Pesquisar este blog

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

A evolução dos termos municipais na atual divisa do Estado de São Paulo


RELAÇÃO DE VILAS E MUNICÍPIOS AO LONGO DO TEMPO

Para melhor entendimento, foram utilizadas as formas atuais das nomenclaturas de cada localidade. As mudanças de nomes são explicadas na sequência.


Vilas emancipadas na Capitania de São Vicente

1. São Vicente (20/11/1530).
2. Santos (01/11/1546).
5. Itanhaém (??/04/1561).
6. Itavuvu (??/??/1599 - 03/03/1661).
7. Cananeia (13/07/1600).
9. Santana de Parnaíba (14/11/1625).
10. São Sebastião (16/03/1636).
12. Iguape (??/??/1638?).
16. Jundiaí (14/02/1655).
17. Itu (18/04/1657).
18. Sorocaba (03/03/1661).

Vilas emancipadas na Capitania de Santo Amaro

3. Santo André da Borda do Campo (08/04/1553 - 05/09/1558).
4. São Paulo (05/09/1558).
8. Mogi das Cruzes (03/09/1611).

*Apesar de oficialmente situarem-se em termos de Santo Amaro, as vilas nunca foram administradas a partir dessa capitania, que pouco evoluiu desde a criação dela. Eram, dessa maneira, vicentinas.

Vilas emancipadas na Capitania de Itanhaém

11. Ubatuba (28/10/1637).
13. Taubaté (09/12/1645).
14. Guaratinguetá (13/02/1651).
15. Jacareí (22/11/1653).
19. Pindamonhangaba (10/07/1705).

Vilas emancipadas na Capitania de São Paulo

20. São José dos Campos (27/07/1767).
21. Atibaia (27/06/1769).
22. Itapeva (20/09/1769).
23. Mogi Mirim (11/10/1769).
24. Itapetininga (05/11/1770).
25. Apiaí (14/08/1771).
26. São Luiz do Paraitinga (09/01/1773).
27. Lorena (06/09/1788).
28. Porto Feliz (13/10/1797)
29. Bragança Paulista (17/10/1797).
30. Campinas (16/11/1797).
31. Ilhabela (03/09/1905).
32. Areias (28/11/1816).

Vilas emancipadas na Província de São Paulo

33. Franca (31/10/1821).
34. Piracicaba (31/10/1821).
35. Santa Isabel (10/06/1832).
36. São Roque (10/06/1832).
37. Bananal (10/07/1832).
38. Capivari (10/07/1832).
39. Paraibuna (10/07/1832).
40. Araraquara (10/08/1832).
41. Santo Amaro (07/04/1833 - 22/02/1935).
42. Cubatão (12/08/1833 - 01/03/1841).
43. Batatais (14/03/1839).
44. Casa Branca (25/02/1841).
45. Silveiras (28/02/1842).
46. Queluz (04/03/1882).
47. Limeira (08/03/1842).
48. Tietê (08/03/1842).
49. Eldorado (10/03/1842).
50. Tatuí (13/02/1844).
51. Rio Claro (07/03/1845).
52. Nazaré Paulista (10/06/1850).
53. Botucatu (14/04/1855).
54. Caçapava (14/04/1855).
55. Santa Branca (05/03/1856).
56. Cotia (02/04/1856).
57. Itatiba (20/02/1857).
58. Capão Bonito (02/03/1857 - 26/03/1866).
59. Amparo (14/03/1857).
60. Ibiúna (24/03/1857).
61. Piedade (24/03/1857).
62. Salesópolis (24/03/1857).
63. Araçoiaba da Serra (0/04/1857 - 03/06/1934).
64. Caraguatatuba (20/04/1857).
65. Itapira (02/03/1858).
66. São Bento do Sapucaí (16/04/1858).
67. Brotas (14/02/1859).
68. São José do Barreiro (09/03/1859).
69. Cabreúva (24/03/1859).
70. Indaiatuba (24/03/1859).
71. Piracaia (24/03/1859).
72. São João da Boa Vista (24/03/1859).
73. Serra Negra (24/03/1859).
74. Natividade da Serra (18/04/1863 - 03/03/1934).
75. Caconde (05/04/1864).
76. Cajuru (18/03/1865).
77. São Carlos (18/03/1865).
78. Descalvado (22/04/1865).
79. Pirassununga (22/04/1865).
80. São Simão (22/04/1865).
81. Lençóis Paulista (25/04/1865).
82. Jaú (23/04/1866).
83. Jaboticabal (05/07/1867).
84. Capão Bonito - re-emancipada (14/03/1868).
85. Santa Bárbara d'Oeste (08/06/1869).
86. Cruzeiro (06/03/1871).
87. Itaporanga (06/03/1871).
88. Araras (24/03/1871).
89. Mococa (24/03/1871).
90. Socorro (24/03/1871).
91. Monte Mor (24/03/1871).
92. Ribeirão Preto (12/04/1871).
93. Sarapuí (13/03/1872 - 21/05/1934).
94. Iporanga (03/04/1873).
95. Igarapava (14/04/1873).
96. Igaratá (23/04/1873 - 21/05/1934).
97. Araçariguama (16/04/1874 - 21/05/1934).
98. Dois Córregos (16/04/1874).
99. Avaré (07/07/1875).
100. Cunha (15/09/1875).
101. Santa Cruz do Rio Pardo (24/02/1876).
102. Jambeiro (30/03/1876).
103. Águas de Santa Bárbara (03/04/1876).
104. Espírito Santo do Pinhal (09/04/1877).
105. Mogi Guaçu (09/04/1877).
106. Itapecerica da Serra (08/05/1877).
107. Redenção da Serra (08/05/1877 - 21/05/1934).
108. Cachoeira Paulista (09/03/1880).
109. Guareí (16/03/1880 - 21/05/1934).
110. Guarulhos (24/03/1880).
111. Bofete (21/04/1880).
112. Lagoinha (25/04/1880 - 21/05/1934).
113. Piraju (25/04/1880).
114. Monteiro Lobato (26/04/1880 - 21/05/1934).
115. São Pedro (22/02/1881).
116. Lavrinhas (27/06/1881).
117. Angatuba (10/03/1885).
118. Barretos (10/03/1885).
119. Campos Novos Paulista (10/03/1885 - 30/11/1938).
120. Divino Espírito Santo de Batatais (10/03/1885 - 24/12/1896).
121. Espírito Santo do Turvo (10/03/1885 - 21/05/1934).
122. Ituverava (10/03/1885).
123. Orlândia (10/03/1885 - 24/12/1896).
124. Paranapanema (10/03/1885 - 21/05/1934).
125. Patrocínio Paulista (10/03/1885).
126. Santa Rita do Passa Quatro (10/03/1885).
127. Santo Antônio da Alegria (10/03/1885).
128. São Manuel (10/03/1885).
129. Santa Cruz das Palmeiras (20/03/1885).
130. São José do Rio Pardo (20/03/1885).
131. São Bernardo do Campo (12/03/1889 - 30/11/1938).
132. Mairiporã (27/03/1889).
133. Salto (27/03/1889).
134. São Miguel Arcanjo (01/04/1889).
135. Pereiras (04/04/1889).

Vilas emancipadas no Estado de São Paulo

136. Ribeirão Bonito (05/03/1890).
137. Bariri (16/06/1890).
138. Ibitinga (04/07/1890).

Municípios emancipados no Estado de São Paulo

139. Anhembi (15/03/1891).
140. Fartura (31/03/1891).
141. Itaberá (08/04/1891).
142. Itápolis (24/04/1891).
143. Itaí (01/05/1891).
144. Pilar do Sul (12/05/1891 - 21/05/1934).
145. Pederneiras (22/05/1891).
146. Bocaina (23/05/1891).
147. São Pedro do Turvo (29/05/1891).
148. Piquete (15/06/1891).
149. Taquaritinga (16/08/1892).
150. Ribeirão Branco (06/09/1892).
151. Pitangueiras (06/07/1893).
152. Itararé (28/08/1893).
153. Rio das Pedras (10/07/1894).
154. Bebedouro (19/07/1894).
155. São José do Rio Preto (19/07/1894).
156. Joanópolis (17/08/1895).
157. Leme (29/08/1895).
158. Monte Alto (31/08/1895).
159. Conceição de Monte Alegre (??/??/1896 - 30/11/1938).
160. Itatinga (24/07/1896).
161. Porto Ferreira (29/07/1896).
162. Pedreira (31/10/1896).
163. Tremembé (26/11/1896).
164. Sertãozinho (05/12/1896).
165. Nuporanga (24/12/1896 - 25/11/1909).
166. Bauru (02/04/1897).
167. Dourado (19/05/1897).
168. Analândia (21/06/1897).
169. Cravinhos (22/07/1897).
170. Guararema (03/06/1898).
171. Santa Cruz da Conceição (04/07/1898 - 21/05/1934).
172. Boa Esperança do Sul (21/07/1898).
173. Agudos (27/07/1898).
174. Jardinópolis (27/07/1898).
175. Tambaú (20/08/1898).
176. Matão (27/08/1898).
177. Mineiros do Tietê (29/08/1899).
178. Altinópolis (19/12/1906).
179. Salto Grande (19/12/1906).
180. Santa Rosa de Viterbo (19/12/1906).
181. Orlândia - re-emancipada (25/11/1909).
182. Ribeira (20/10/1910 - 21/05/1934).
183. Barra Bonita (14/12/1912).
184. Brodowski (22/08/1913).
185. Itapuí (11/09/1913).
186. Piratininga (17/12/1913).
187. Penápolis (22/12/1913).
188. Pirajuí (03/12/1914).
189. Monte Azul Paulista (22/12/1914).
190. Ipaussu (20/09/1915).
191. Platina (24/11/1915 - 21/05/1934).
192. Santa Adélia (22/03/1916).
193. Conchas (04/12/1916).
194. Viradouro (26/12/1916).
195. Novo Horizonte (28/12/1916).
196. Laranjal Paulista (08/10/1917).
197. Cerqueira César (10/10/1917).
198. Guariba (06/11/1917).
199. Catanduva (14/11/1917).
200. Olímpia (07/12/1917).
201. Óleo (14/12/1917).
202. Assis (20/12/1917).
203. São Joaquim da Barra (26/12/1917).
204. Itajobi (26/10/1918).
205. Ourinhos (13/12/1918).
206. Ariranha (20/12/1918).
207. Tabapuã (27/11/1919).
208. Avaí (02/12/1919).
209. Palmital (18/12/1919).
210. Lins (27/12/1919).
211. Presidente Prudente (28/11/1921).
212. Santo Anastácio (28/11/1921).
213. Buri (01/12/1921).
214. Vargem Grande do Sul (01/12/1921).
215. Araçatuba (08/12/1921).
216. Birigui (08/12/1921).
217. Ibirá (12/12/1921).
218. Pedregulho (21/12/1921).
219. Torrinha (30/11/1922).
220. Chavantes (04/12/1922).
221. Bernardino de Campos (09/10/1923).
222. Promissão (29/11/1923).
223. Cândido Mota (28/12/1923).
224. Macatuba (01/10/1924).
225. Americana (12/11/1924).
226. Riversul (12/11/1924 - 21/05/1934).
227. Maracaí (19/12/1924).
228. Monte Aprazível (23/12/1924).
229. Tanabi (23/12/1924).
230. Iacanga (27/12/1924).
231. Mirassol (28/12/1924).
232. Paraguaçu Paulista (30/12/1924).
233. Cafelândia (30/07/1925).
234. Quatá (04/11/1925).
235. São Sebastião da Grama (04/11/1925).
236. Tabatinga (18/12/1925).
237. Borborema (19/12/1925).
238. Guará (19/12/1925).
239. Nova Granada (19/12/1925).
240. Colina (24/12/1925).
241. Taquarituba (24/12/1925).
242. Potirendaba (26/12/1925).
243. Avanhandava (29/12/1925).
244. Glicério (29/12/1925).
245. Uchoa (30/12/1925).
246. Pindorama (31/12/1925).
247. Presidente Venceslau (02/09/1926).
248. Duartina (11/12/1926).
249. José Bonifácio (28/12/1926).
250. Nuporanga - re-emancipada (28/12/1926).
251. Cajobi (30/12/1926).
252. Serra Azul (14/11/1927).
253. Presidente Alves (02/12/1927).
254. Gália (20/12/1927).
255. Porangaba (26/12/1927).
256. Jacupiranga (29/12/1927).
257. Urupês (24/09/1928).
258. Aparecida (17/12/1928).
259. Marília (24/12/1928).
260. Garça (27/12/1928).
261. Guaíra (27/12/1928).
262. Tapiratiba (27/12/1928).
263. Coroados (28/12/1928).
264. Cedral (27/12/1929).
265. Morro Agudo (31/03/1934).
266. Campos do Jordão (19/06/1934).
267. Guarujá (19/06/1934).
268. Lindoia (19/06/1934 - 30/12/1953).
269. Vera Cruz (10/12/1934).
270. Pontal (23/01/1935).
271. Presidente Bernardes (23/01/1935).
272. Pirangi (07/03/1935).
273. Getulina (25/03/1935).
274. Itirapina (25/03/1935).
275. Regente Feijó (28/06/1935).
276. Águas da Prata (03/07/1935).
277. Fernando Prestes (05/07/1935).
278. Natividade da Serra - re-emancipada (05/07/1935).
279. Rancharia (05/07/1935).
280. Redenção da Serra - re-emancipada (05/07/1935).
281. Ribeira - re-emancipada (03/01/1936).
282. Pilar do Sul - re-emancipada (05/01/1936).
283. Araçoiaba da Serra - re-emancipada (05/11/1936).
284. Guareí - re-emancipada (05/11/1936).
285. Palestina (23/12/1936).
286. Guararapes (05/01/1937).
287. Valparaíso (08/01/1937).
288. Boituva (06/09/1937).
289. Sarapuí - re-emancipada (07/10/1937).
290. Echaporã (30/11/1938).
291. Martinópolis (30/11/1938).
292. Miracatu (30/11/1938).
293. Paulo de Faria (30/11/1938).
294. Pereira Barreto (30/11/1938).
295. Pompeia (30/11/1938).
296. Santo André (30/11/1938).
297. Tupã (30/11/1938).
298. Andradina (30/12/1938).
299. Aguaí (30/11/1944).
300. Álvares Machado (30/11/1944).
301. Bastos (30/11/1944).
302. Bilac (30/11/1944).
303. Cosmópolis (30/11/1944).
304. Elias Fausto (30/11/1944).
305. Fernandópolis (30/11/1944).
306. Franco da Rocha (30/11/1944).
307. General Salgado (30/11/1944).
308. Guaraci (30/11/1944).
309. Guarantã (30/11/1944).
310. Herculândia (30/11/1944).
311. Ibirarema (30/11/1944).
312. Iepê (30/11/1944).
313. Irapuã (30/11/1944).
314. Lavínia (30/11/1944).
315. Lucélia (30/11/1944).
316. Lutécia (30/11/1944).
317. Manduri (30/11/1944).
318. Miguelópolis (30/11/1944).
319. Mirandópolis (30/11/1944).
320. Neves Paulista (30/11/1944).
321. Nhandeara (30/11/1944).
322. Nova Aliança (30/11/1944).
323. Oriente (30/11/1944).
324. Osvaldo Cruz (30/11/1944).
325. Paranapanema - re-emancipada (30/11/1944).
326. Parapuã (30/11/1944).
327. Quintana (30/11/1944).
328. Registro (30/11/1944).
329. Rinópolis (30/11/1944).
330. Sales Oliveira (30/11/1944).
331. São Bernardo do Campo - re-emancipada (30/11/1944).
332. Votuporanga (30/11/1944).
333. Adamantina (24/12/1948).
334. Águas de São Pedro (24/12/1948).
335. Alfredo Marcondes (24/12/1948).
336. Álvares Florence (24/12/1948).
337. Álvaro de Carvalho (24/12/1948).
338. Américo de Campos (24/12/1948).
339. Arealva (24/12/1948).
340. Artur Nogueira (24/12/1948).
341. Barueri (24/12/1948).
342. Bento de Abreu (24/12/1948).
343. Buritama (24/12/1948).
344. Cabrália Paulista (24/12/1948).
345. Campos Novos (24/12/1948).
345. Cardoso (24/12/1948).
346. Cerquilho (24/12/1948).
347. Conchal (24/12/1948).
348. Cordeirópolis (24/12/1948).
349. Corumbataí (24/12/1948).
350. Cosmorama (24/12/1948).
351. Cubatão - re-emancipada (24/12/1948).
352. Dracena (24/12/1948).
353. Estrela d'Oeste (24/12/1948).
354. Flórida Paulista (24/12/1948).
355. Guapiara (24/12/1948).
356. Guaraçaí (24/12/1948).
357. Indiana (24/12/1948).
358. Ipuã (24/12/1948).
359. Itariri (24/12/1948).
360. Itirapuã (24/12/1948).
361. Jaborandi (24/12/1948).
362. Jales (24/12/1948).
363. Jarinu (24/12/1948).
364. Júlio Mesquita (24/12/1948).
365. Junqueirópolis (24/12/1948).
366. Juquiá (24/12/1948).
367. Macaubal (24/12/1948).
368. Monte Alegre do Sul (24/12/1948).
369. Monteiro Lobato - re-emancipada (24/12/1948).
370. Oscar Bressane (24/12/1948).
371. Pacaembu (24/12/1948).
372. Pauliceia (24/12/1948).
373. Pedro de Toledo (24/12/1948).
374. Piquerobi (24/12/1948).
375. Pirapozinho (24/12/1948).
376. Planalto (24/12/1948).
377. Poá (24/12/1948).
378. Pongaí (24/12/1948).
379. Presidente Epitácio (24/12/1948).
380. Reginópolis (24/12/1948).
381. Rifaina (24/12/1948).
382. Rincão (24/12/1948).
383. Rubiácea (24/12/1948).
384. Santa Gertrudes (24/12/1948).
385. São Caetano do Sul (24/12/1948).
386. São José da Bela Vista (24/12/1948).
387. Serrana (24/12/1948).
388. Suzano (24/12/1948).
389. Taiúva (24/12/1948).
390. Terra Roxa (24/12/1948).
391. Timburi (24/12/1948).
392. Tupi Paulista (24/12/1948).
393. Ubirajara (24/12/1948).
394. Valentim Gentil (24/12/1948).
395. Vinhedo (24/12/1948).
396. Águas de Lindóia (30/12/1953).
397. Alto Alegre (30/12/1953).
398. Anhumas (30/12/1953).
399. Auriflama (30/12/1953).
400. Balbinos (30/12/1953).
401. Bálsamo (30/12/1953).
402. Barrinha (30/12/1953).
403. Braúna (30/12/1953).
404. Buritizal (30/12/1953).
405. Caiabu (30/12/1953).
406. Caiuá (30/12/1953).
407. Castilho (30/12/1953).
408. Charqueada (30/12/1953).
409. Clementina (30/12/1953).
410. Divinolândia (30/12/1953).
411. Ferraz de Vasconcelos (30/12/1953).
412. Flora Rica (30/12/1953).
413. Florínea (30/12/1953 - ??/??/1961).
414. Gastão Vidigal (30/12/1953).
415. Guaiçara (30/12/1953).
416. Guaimbê (30/12/1953).
417. Guapiaçu (30/12/1953).
418. Ibaté (30/12/1953).
419. Icém (30/12/1953).
420. Igaraçu do Tietê (30/12/1953).
421. Igaratá - re-emancipada (30/12/1953).
422. Indiaporã (30/12/1953).
423. Iracemápolis (30/12/1953).
424. Irapuru (30/12/1953).
425. Itaju (30/12/1953).
426. Itaquaquecetuba (30/12/1953).
427. Jaguariúna (30/12/1953).
428. Lagoinha - re-emancipada (30/12/1953).
429. Lucianópolis (30/12/1953).
430. Lupércio (30/12/1953).
431. Magda (30/12/1953).
432. Marabá Paulista (30/12/1953).
433. Mariápolis (30/12/1953).
434. Mauá (30/12/1953).
435. Mirante do Paranapanema (30/12/1953).
436. Monte Castelo (30/12/1953).
437. Murutinga do Sul (30/12/1953).
438. Nipoã (30/12/1953).
439. Nova Europa (30/12/1953).
440. Ouro Verde (30/12/1953).
441. Panorama (30/12/1953).
442. Paraíso (30/12/1953).
443. Pariquera-Açu (30/12/1953).
444. Piacatu (30/12/1953).
445. Platina - re-emancipada (30/12/1953).
446. Poloni (30/12/1953).
447. Ribeirão Pires (30/12/1953).
448. Riolândia (30/12/1953).
449. Riversul - re-emancipada (30/12/1953).
450. Sabino (30/12/1953).
451. Salto de Pirapora (30/12/1953).
452. Santa Cruz da Conceição - re-emancipada (30/12/1953).
453. Santa Fé do Sul (30/12/1953).
454. Santa Mercedes (30/12/1953).
455. Santo Antônio de Posse (30/12/1953).
456. Santo Antônio do Jardim (30/12/1953).
457. Severínia (30/12/1953).
458. Sumaré (30/12/1953).
459. Taciba (30/12/1953).
460. Taiaçu (30/12/1953).
461. Uru (30/12/1953).
462. Valinhos (30/12/1953).
463. Adolfo (18/02/1959).
464. Altair (18/02/1959).
465. Alvinlândia (18/02/1959).
466. Areiópolis (18/02/1959).
467. Arujá (18/02/1959).
468. Bady Bassitt (18/02/1959).
469. Barbosa (18/02/1959).
470. Bom Jesus dos Perdões (18/02/1959).
471. Boraceia (18/02/1959).
472. Caieiras (18/02/1959).
473. Cajamar (18/02/1959).
474. Cândido Rodrigues (18/02/1959).
475. Cássia dos Coqueiros (18/02/1959).
476. Catiguá (18/02/1959).
477. Cesário Lange (18/02/1959).
478. Colômbia (18/02/1959).
479. Cristais Paulista (18/02/1959).
480. Diadema (18/02/1959).
481. Dolcinópolis (18/02/1959).
482. Embu das Artes (18/02/1959).
483. Floreal (18/02/1959).
484. Gabriel Monteiro (18/02/1959).
485. Guarani d'Oeste (18/02/1959).
486. Iacri (18/02/1959).
487. Inúbia Paulista (18/02/1959).
488. Itapevi (18/02/1959).
489. Itobi (18/02/1959).
490. Jaci (18/02/1959).
491. João Ramalho (18/02/1959).
492. Luiz Antônio (18/02/1959).
493. Luiziânia (18/02/1959).
494. Macedônia (18/02/1959).
495. Mairinque (18/02/1959).
496. Mendonça (18/02/1959).
497. Meridiano (18/02/1959).
498. Mirassolândia (18/02/1959).
499. Mongaguá (18/02/1959).
500. Nova Guataporanga (18/02/1959).
501. Nova Odessa (18/02/1959).
502. Ocauçu (18/02/1959).
503. Osasco (18/02/1959).
504. Palmeira d'Oeste (18/02/1959).
505. Pardinho (18/02/1959).
506. Peruíbe (18/02/1959).
507. Pirapora do Bom Jesus (18/02/1959).
508. Populina (18/02/1959).
509. Pradópolis (18/02/1959).
510. Rafard (18/02/1959).
511. Roseira (18/02/1959).
512. Sagres (18/02/1959).
513. Sales (18/02/1959).
514. Salmourão (18/02/1959).
515. Sandovalina (18/02/1959).
516. Santa Albertina (18/02/1959).
517. Santa Lúcia (18/02/1959).
518. Santa Maria da Serra (18/02/1959).
519. Santo Antônio do Pinhal (18/02/1959).
520. Santo Expedito (18/02/1959).
521. Santópolis do Aguapeí (18/02/1959).
522. São João do Pau d'Alho (18/02/1959).
523. Sarutaiá (18/02/1959).
524. Sete Barras (18/02/1959).
525. Sud Menucci (18/02/1959).
526. Taboão da Serra (18/02/1959).
527. Taguaí (18/02/1959).
528. Tapiraí (18/02/1959).
529. Três Fronteiras (18/02/1959).
530. Turiúba (18/02/1959).
531. Urânia (18/02/1959).
532. Vista Alegre do Alto (18/02/1959).
533. Florínea - re-emancipada (??/??/1962).
534. Lindóia - re-emancipada (31/12/1963).
535. Américo Brasiliense (28/02/1964).
536. Aparecida d'Oeste (28/02/1964).
537. Aramina (28/02/1964).
538. Arandu (28/02/1964).
539. Barão de Antonina (28/02/1964).
540. Barra do Turvo (28/02/1964).
541. Biritiba Mirim (28/02/1964).
542. Borá (28/02/1964).
543. Campo Limpo Paulista (28/02/1964).
544. Capela do Alto (28/02/1964).
545. Carapicuíba (28/02/1964).
546. Coronel Macedo (28/02/1964).
547. Cruzália (28/02/1964).
548. Dobrada (28/02/1964).
549. Dumont (28/02/1964).
550. Embu-Guaçu (28/02/1964).
551. Estrela do Norte (28/02/1964).
552. Francisco Morato (28/02/1964).
553. Guzolândia (28/02/1964).
554. Iperó (28/02/1964).
555. Ipeúna (28/02/1964).
556. Itapura (28/02/1964).
557. Itupeva (28/02/1964).
558. Jandira (28/02/1964).
559. Jeriquara (28/02/1964).
560. Juquitiba (28/02/1964).
561. Louveira (28/02/1964).
562. Marinópolis (28/02/1964).
563. Mira Estrela (28/02/1964).
564. Mombuca (28/02/1964).
565. Monções (28/02/1964).
566. Morungaba (28/02/1964).
567. Narandiba (28/02/1964).
568. Nova Independência (28/02/1964).
569. Nova Luzitânia (28/02/1964).
570. Onda Verde (28/02/1964).
571. Orindiúva (28/02/1964).
572. Palmares Paulista (28/02/1964).
573. Paranapuã (28/02/1964).
574. Paulínia (28/02/1964).
575. Pedra Bela (28/02/1964).
576. Pedranópolis (28/02/1964).
577. Pinhalzinho (28/02/1964).
578. Pontes Gestal (28/02/1964).
579. Praia Grande (28/02/1964).
580. Queiroz (28/02/1964).
581. Restinga (28/02/1964).
582. Ribeirão Corrente (28/02/1964).
583. Ribeirão do Sul (28/02/1964).
584. Rio Grande da Serra (28/02/1964).
585. Rubineia (28/02/1964).
586. Santa Clara d'Oeste (28/02/1964).
587. Santa Ernestina (28/02/1964).
588. Santa Rita d'Oeste (28/02/1964).
589. Santana da Ponte Pensa (28/02/1964).
590. São Francisco (28/02/1964).
591. São João das Duas Pontes (28/02/1964).
592. Sebastianópolis do Sul (28/02/1964).
593. Tarabai (28/02/1964).
594. Tejupá (28/02/1964).
595. Teodoro Sampaio (28/02/1964).
596. Turmalina (28/02/1964).
597. União Paulista (28/02/1964).
598. Vargem (28/02/1964 - 17/04/1970).
599. Várzea Paulista (28/02/1964).
600. Votorantim (28/02/1964).
601. Vargem Grande Paulista (23/12/1981).
602. Borebi (09/01/1990).
603. Dirce Reis (09/01/1990).
604. Embaúba (09/01/1990).
605. Espírito Santo do Turvo - re-emancipada (09/01/1990).
605. Euclides da Cunha Paulista (09/01/1990).
606. Guatapará (09/01/1990).
607. Iaras (09/01/1990).
608. Motuca (09/01/1990).
609. Rosana (09/01/1990).
610. Tarumã (09/01/1990).
611. Alambari (30/12/1991).
612. Alumínio (30/12/1991).
613. Araçariguama - re-emancipada (30/12/1991).
614. Arapeí (30/12/1991).
615. Aspásia (30/12/1991).
616. Barra do Chapéu (30/12/1991).
617. Bertioga (30/12/1991).
618. Bom Sucesso de Itararé (30/12/1991).
619. Cajati (30/12/1991).
620. Campina do Monte Alegre (30/12/1991).
621. Canitar (30/12/1991).
622. Elisiário (30/12/1991).
623. Emilianópolis (30/12/1991).
624. Engenheiro Coelho (30/12/1991).
625. Estiva Gerbi (30/12/1991).
626. Holambra (30/12/1991).
627. Hortolândia (30/12/1991).
628. Ilha Solteira (30/12/1991).
629. Itaóca (30/12/1991).
630. Itapirapuã Paulista (30/12/1991).
631. Lourdes (30/12/1991).
632. Marapoama (30/12/1991).
633. Mesópolis (30/12/1991).
634. Nova Campina (30/12/1991).
635. Nova Canaã Paulista (30/12/1991).
636. Novais (30/12/1991).
637. Parisi (30/12/1991).
638. Pedrinhas Paulista (30/12/1991).
639. Pontalinda (30/12/1991).
640. Potim (30/12/1991).
641. Ribeirão Grande (30/12/1991).
642. Saltinho (30/12/1991).
643. Santo Antônio do Aracanguá (30/12/1991).
644. São João de Iracema (30/12/1991).
645. São Lourenço da Serra (30/12/1991).
646. Taquarivaí (30/12/1991).
647. Torre de Pedra (30/12/1991).
648. Tuiuti (30/12/1991).
649. Ubarana (30/12/1991).
650. Vargem - re-emancipada (30/12/1991).
651. Zacarias (30/12/1991).
652. Ilha Comprida (05/03/1992).
653. Suzanápolis (01/01/1993).
654. Arco-Íris (30/12/1993).
655. Brejo Alegre (30/12/1993).
656. Canas (30/12/1993).
657. Ipiguá (30/12/1993).
658. Pracinha (30/12/1993).
659. Pratânia (30/12/1993).
660. Quadra (30/12/1993).
661. Santa Cruz da Esperança (30/12/1993).
662. Santa Salete (30/12/1993).
663. Taquaral (30/12/1993).
664. Vitória Brasil (30/12/1993).
665. Fernão (27/12/1995).
666. Gavião Peixoto (27/12/1995).
667. Jumirim (27/12/1995).
668. Nantes (27/12/1995).
669. Nova Castilho (27/12/1995).
670. Ouroeste (27/12/1995).
671. Paulistânia (27/12/1995).
672. Ribeirão dos Índios (27/12/1995).
673. Trabiju (27/12/1995).


Detalhes sobre as emancipações

1. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Vicente por Carta Régia de 20/11/1530.
2. Brás Cubas, Capitão-mor da Capitânia de São Vicente, deu foro de vila à Santos a 01/11/1546.
3. Vila emancipada em 08/04/1553 e povoada a partir de São Vicente, mas em território de Santo Amaro. Extinta em 05/09/1558.
4. Elevada à categoria de vila pelo Floral de 05/09/1558, ato que transferiu a sede da vila de Santo André para a povoação de São Paulo de Piratininga.
5. Elevada a categoria de vila com a denominação de Nossa Senhora da Conceição de Itanhaém em abril de 1561, desmembrada do termo da Vila de São Vicente.
6. Vila de Nossa Senhora do Monte Serrat até o ano de 1611, depois rebatizada de Vila de São Felipe do Itavuvu. Abandonada, deu lugar a Sorocaba em 1661.
7. Elevada a categoria de vila com a denominação de São João de Cananeia por provisão de 13/07/1600, desmembrada de São Vicente.
8. Elevada à categoria de vila com a denominação de Sant'Ana de Mogi das Cruzes por provisão de 17/08/1611 ou 03/09/1611, sediada na antiga povoação de Boigi e desmembrada de São Paulo.
9. Vila criada por provisão de 14/11/1625, com a denominação de Parnaíba, sendo desmembrada do termo da Vila de São Paulo.
10. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Sebastião pela provisão de 16/03/1636, sendo desmembrado da Vila de Santos.
11. Aldeia de Iperoig elevada à categoria com a denominação de Vila Nova da Exaltação da Santa Cruz do Salvador de Ubatuba por provisão de 28/10/1637, desmembrada de Itanhaém.
12. Vila criada até 1638, com a denominação de Nossa Senhora das Neves de Iguapé, desmembrada de Cananeia.
13. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Francisco das Chagas de Taubaté por provisão de 09/12/1645, desmembrada de Ubatuba.
14. Em 13/02/1651, com a abertura da "estrada", o povoado de Santo Antônio de Guaratinguetá é elevado à vila, desmembrada de Taubaté.
15. O povoado de Nossa Senhora da Conceição da Paraíba é elevado à categoria de vila como Jacareí em 1653 e desmembrado de Mogi das Cruzes pelo donatário da Capitania de Itanhaém.
16. O povoado de Mato Grosso de Jundiahy foi elevado à categoria de vila com a denominação de Jundiahy pela provisão de 14/12/1655, desmembrado de São Paulo.
17. Elevada à categoria de vila com a denominação de Itu por Ordem Régia de 18/04/1657, desmembrada da Vila de Parnaíba.
18. O povoado de Nossa Senhora da Ponte de Sorocaba foi elevado à categoria de vila com a denominação de Sorocaba por provisão de 03/03/1661, sendo a nova sede de Itavuvu.
19. O povoado de Nossa Senhora do Bom Sucesso de Pindamonhangaba foi elevado à categoria de vila em 10/07/1705, sendo desmembrado de Taubaté.
20. Elevada à categoria de vila com a denominação de São José do Paraíba por Ordem de 27/07/1767, desmembrada do termo da Vila de Jacareí.
21. Elevada à categoria de vila com a denominação de São João Batista de Atibaia por Ordem de 27/06/1769, desmembrada da Vila de São Paulo.
22. Elevada à categoria de vila com a denominação de Faxina, desmembrada da Vila de Sorocaba, em 20/09/1769.
23. Elevada à categoria de vila com a denominação de Mogi-Mirim por Ordem Régia de 11/10/1769, desmembrada da Vila de Jundiaí.
24. Elevada à categoria de vila com a denominação de Nossa Senhora dos Prazeres de Itapetininga em 05/11/1770, desmembrada da Vila de Sorocaba.
25. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santo Antonio das Minas de Apiaí pela Portaria de 14/08/1771, desmembrada da Vila de Sorocaba.
26. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Luiz do Paraitinga pela portaria de 09/01/1773, desmembrada da Vila de Taubaté.
27. O povoado de Nossa Senhora da Piedade foi elevado à categoria de vila com a denominação de Lorena por portaria de 06/09/1788, desmembrado de Guaratinguetá.
28. O povoado de N. S. da Penha de Araritaguaba (1728), ou N. S. Mãe dos Homens de Arariguaba (1744) foi elevado à vila como Porto Feliz pela portaria de 13/10/1797, desmembrada de Itu.
29. O povoado de Conceição do Jaguari foi elevado à categoria de vila com a denominação de Bragança por ordem régia de 17/10/1797, desmembrado de Atibaia.
30. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Carlos por portaria de 04/11/1797 e ordem régia de 16/11/1797, desmembrada da Vila de Jundiaí.
31. Elevada a categoria de vila com a denominação de Vila Bela da Princesa por portaria e provisão 154 de 03/09/1805 e por ordem régia de 23/01/1809, desmembrada da vila São Sebastião.
32. Elevada à categoria de vila com a denominação de Areias por alvará de 28/11/1816, desmembrada de Lorena.
33. Elevada à categoria de vila com a denominação Franca d’El Rey por portaria provisória de 31/10/1821, desmembrada da Vila de Mogi Mirim.
34. Elevada à categoria de vila com a denominação de Constituição ou Vila Nova da Constituição pela portaria de 31/10/1821, desmembrada da Vila de Porto Feliz.
35. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santa Isabel pelo decreto de 10/06/1832, desmembrada de Mogi das Cruzes.
36. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Roque pelo decreto de 10/06/1832, desmembrada de Parnaíba.
37. Elevada à categoria de vila com a denominação de Bananal por decreto-lei de 10/07/1832, desmembrada de Areias.
38. Elevada à categoria de vila com a denominação de São João do Capivary de Baixo por decreto de 10/07/1832, desmembrada de Porto Feliz.
39. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santo Antônio da Paraibuna em 10/07/1832, desmembrada de Jacareí.
40. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Bento de Araraquara pelo decreto de 10/08/1832, desmembrada de Constituição (Piracicaba).
41. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santo Amaro, instalada em 07/04/1833 e desmembrada de São Paulo.
42. Elevada à categoria de vila com a denominação de Cubatão pela lei 21 de 12/08/1833, desmembrada de São Vicente. Incorporada por Santos em 01/03/1841.
43. O povoado de Senhor Bom Jesus de Batatais foi elevado à categoria de vila com a denominação de Batatais por Lei Estadual nº 7 de 14/03/1839, desmembrado de Franca.
44. Elevada à categoria de vila com a denominação de Casa Branca por lei provincial nº 15 de 25/02/1841, desmembrada de Mogi Mirim.
45. Elevada à categoria de vila com a denominação de Silveiras por lei provincial nº 12 de 28/02/1842, desmembrada de Lorena.
46. Elevada à categoria de vila com a denominação de São João Batista de Queluz em 04/03/1842, desmembrada de Areias.
47. Elevada à categoria de vila com a denominação de Nossa Senhora das Dores de Tatuibi pela lei provincial nº 25 de 08/03/1842, desmembrada de Constituição (Piracicaba).
48. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santíssima Trindade de Pirapora pela Lei Provincial nº 24, de 08/03/1842, desmembrada de Porto Feliz.
49. Elevada à categoria de vila com a denominação de Xiririca por lei nº 28 de 10/03/1842, desmembrada de Iguape.
50. Elevada à categoria de vila com a denominação de Tatuí pela lei provincial nº 12 de 13/02/1844, desmembrada de Itapetininga.
51. Elevada à categoria de vila com a denominação de São João do Rio Claro pela lei provincial nº 13 de 07/03/1845, desmembrada de Limeira e Mogi Mirim.
52. O povoado de Nossa Senhora de Nazareth foi elevado à categoria de vila com a denominação de Nazareth por lei provincial nº 15 de 10/06/1850, desmembrado de Atibaia.
53. O povoado de Sant'Anna de Botucatu ou Cima da Serra de Botucatu foi elevado à categoria de vila com a denominação de Botucatu por lei nº 17 de 14/04/1855, desmembrado de Itapetininga.
54. O povoado de Nossa Senhora da Ajuda foi elevado à categoria de vila com a denominação de Caçapava por lei provincial nº 20 de 14/04/1855, desmembrado de Taubaté.
55. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santa Branca pela lei provincial nº 1 de 05/03/1856, desmembrada de Jacareí.
56. Elevada à categoria de vila com a denominação de Nossa Senhora do Monte Serrat de Cotia pela lei estadual nº 7 de 02/04/1856, desmembrada de São Paulo.
57. Elevada à categoria de vila com a denominação de Belém de Jundiaí pela lei provincial nº 2 de 20/02/1857, desmembrada de Jundiaí.
58. Elevada a categoria vila com a denominação de Capão Bonito do Paranapanema por lei provincial nº 17 de 02/03/1857, desmembrado de Itapetininga. Extinto em 26/03/1866, à Itapetininga.
59. O povoado de Nossa Senhora do Amparo foi elevado à categoria de vila com a denominação de Amparo pela lei nº 5 de 14/03/1857, desmembrado de Bragança.
60. O povoado de Nossa Senhora das Dores de Una foi elevado à categoria de vila com a denominação de Una pela lei provincial nº 10 de 24/03/­1857, desmembrado de São Roque.
61. O povoado de Nossa Senhora da Piedade foi elevado à categoria de vila com a denominação de Piedade pela lei provincial nº 8 de 24/03/1857, desmembrado de Sorocaba.
62. Elevada à categoria de vila com a denominação de São José do Paraitinga pela lei provincial nº 9 de 24/03/1857, desmembrada de Mogi das Cruzes.
63. Elevada à categoria de vila com a denominação de Campo Largo de Sorocaba por lei provincial nº 23 de 07/04/1857, desmembrada de Sorocaba.
64. O povoado de Santo Antônio de Caraguatatuba foi elevado à categoria de vila com a denominação de Caraguatatuba pela lei provincial nº 30 de 20/04/1857, desmembrado de São Sebastião.
65. Elevada à categoria de vila com a denominação de Nossa Senhora da Penha por lei nº 4 de 02/03/1858, desmembrada de Mogi Mirim.
66. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Bento do Sapucaí Mirim por lei provincial nº 23 de 16/04/1858, desmembrada de Pindamonhangaba.
67. Elevada à categoria de vila com a denominação de Brotas por lei provincial nº 1 de 14/02/1859, desmembrada de Araraquara.
68. Elevada à categoria de vila com a denominação de São José do Barreiro por lei provincial nº 6 de 09/03/1859, desmembrada de Areias.
69. Elevada à categoria de vila com a denominação de Cabreúva por lei provincial nº 12 de 24/03/1859, desmembrada de Itu.
70. Elevada à categoria de vila com a denominação de Indaiatuba pela lei provincial nº 12 de 24/03/1859, desmembrada de Itu
71. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santo Antônio da Cachoeira por lei provincial nº 12 de 24/03/1859, desmembrada de Nazaré.
72. Elevada à categoria de vila com a denominação de São João da Boa Vista pela lei provincial nº 12 de 24/03/1859, desmembrada de Mogi Mirim.
73. Elevada à categoria de vila com a denominação de Serra Negra pela lei provincial nº 12 de 24/03/1859, desmembrada de Itapira.
74. O povoado de Nossa Senhora do Rio do Peixe foi elevado à categoria de vila com a denominação de Natividade pela lei nº 15 de 18/04/1863, desmembrada de Paraibuna.
75. Elevada à categoria de vila com a denominação de Caconde por lei provincial nº 6 de 05/04/1864, desmembrada de Casa Branca.
76. Elevada à categoria de vila com a denominação de Cajuru por lei provincial nº 15 de 18/03/1865, desmembrada de Batatais.
77. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Carlos do Pinhal pela lei provincial n.º 15 de 18/03/1865, desmembrada de Araraquara.
78. Elevada à categoria de vila com a denominação de Belém do Descalvado por lei provincial nº 72 de 22/04/1865, desmembrada de Rio Claro.
79. Elevada à categoria de vila com a denominação de Senhor do Bom Jesus dos Aflitos de Pirassununga pela lei provincial nº 76 de 22/04/1865, desmembrada de Limeira.
80. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Simão por lei provincial nº 75 de 22/04/1865, desmembrada de Casa Branca.
81. Elevada à categoria de vila com a denominação de Lençóis pela lei provincial nº 90 de 25/04/1865, desmembrada de Botucatu.
82. Elevada à categoria de vila com a denominação de Jaú pela lei provincial nº 60 de 23/04/1866, desmembrada de Brotas.
83. Elevada à categoria de vila com a denominação de Jaboticabal pela lei provincial nº 10 de 05/07/1867, desmembrada de Araraquara.
84. Novamente elevada à categoria de vila com a denominação de Capão Bonito do Paranapanema pela lei provincial nº 19 de 14/03/1968, desmembrada de Itapetininga.
85. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santa Bárbara pela lei provincial nº 2 de 08/06/1869, desmembrada de Constituição (Piracicaba).
86. Elevada à categoria de vila com a denominação de Conceição do Cruzeiro por lei provincial nº 8 de 06/03/1871, desmembrada de Lorena.
87. Elevada à categoria de vila com a denominação de São João Bastita do Rio Verde por lei provincial nº 7 de 06/03/1871, desmembrada de Faxina.
88. Elevada à categoria de vila com a denominação de Araras pela lei provincial nº 29 de 24/03/1871, desmembrada de Limeira.
89. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Sebastião da Boa Vista por lei provincial nº 29 de 24/03/1871, desmembrada de Casa Branca.
90. O povoado de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro foi elevado à categoria de vila com a denominação de Socorro por lei provincial nº 29 de 24/03/1871, desmembrada de Bragança.
91. O povoado de Nossa Senhora do Patrocínio de Água Choca foi elevado à categoria de vila com a denominação de Monte Mor pela lei provincial nº 29, 24/03/1871, desmembrada de Itu.
92. Elevada à categoria de vila com a denominação de Ribeirão Preto por lei provincial nº 67 de 12/04/1871, desmembrada de São Simão.
93. Elevada à categoria de vila com a denominação de Sarapuí por lei provincial nº 11 de 13/03/1872, desmembrada de Itapetininga.
94. Elevada à categoria de vila com a denominação de Iporanga por lei provincial nº 39 de 03/04/1873, desmembrada de Xiririca (Eldorado).
95. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santa Rita do Paraíso por lei provincial nº 51 de 14/04/1873, desmembrada de Franca.
96. Elevada à categoria de vila com a denominação de Nossa Senhora do Patrocínio de Santa Isabel pela lei provincial nº 80 de 23/04/1873, desmembrada de Santa Isabel.
97. Elevada à categoria de vila com a denominação de Araçariguama pela lei provincial nº 43 de 16/04/1874, desmembrada de São Roque.
98. Elevada à categoria de vila com a denominação de Dois Córregos pela lei provincial nº 43 de 16/04/1874, desmembrada de Brotas.
99. Elevada à categoria de vila com a denominação de Nossa Senhora do Rio Novo por lei provincial nº 15 de 07/07/1875, desmembrada de Botucatu.
100. Elevada à categoria de vila com a denominação de Nossa Senhora da Conceição de Cunha por ordem de 15/09/1785, desmembrada de Guaratinguetá.
101. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santa Cruz do Rio do Pardo pela lei provincial nº 6 de 24/02/1876, desmembrada de Lençóis.
102. O povoado de Nossa Senhora do Capivari foi elevado à categoria de vila com a denominação de Capivari por lei provincial nº 36 de 08/05/1877, desmembrado de Caçapava.
103. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santa Bárbara do Rio Pardo pela lei provincial nº 82 de 03/04/1876, desmembrada de Lençóis.
104. Elevada à categoria de vila com a denominação de Espírito Santo do Pinhal por lei provincial no 17 de 09/04/1877, desmembradas de Mogi Guaçu e Mogi Mirim.
105. Elevada à categoria de vila com a denominação de Mogi-Guassú pela lei provincial nº 16 de 09/04/1877, desmembrada de Mogi Mirim.
106. Elevada à categoria de vila com a denominação de Itapecerica pela lei provincial nº 33 de 08/05/1877, desmembrada de Santo Amaro.
107. Elevada à categoria de vila com a denominação de Redenção pela lei provincial nº 33 de 08/05/1877, desmembrada de Taubaté.
108. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santo Antônio da Bocaina pela lei provincial nº 5 de 09/03/1880, desmembrada de Lorena.
109. O povoado de São João Batista de Guareí foi elevado à categoria de vila com a denominação de Guareí pela lei provincial nº 9 de 16/03/1880, desmembrada de Itapetininga.
110. Elevada à categoria de vila com a denominação de Conceição de Guarulhos pela lei provincial nº 34 de 24/03/1880, desmembrada de São Paulo.
111. Elevada à categoria de vila com a denominação de Rio Bonito por lei provincial nº 75 de 21/04/1880, desmembrada de Botucatu.
112. Elevada à categoria de vila com a denominação de Lagoinha pela lei provincial nº 128 de 25/04/1880, desmembrada de São Luiz do Paraitinga.
113. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Sebastião do Tijuco Preto por lei provincial nº 111 de 25/04/1880, desmembrada de Botucatu.
114. Elevada à categoria de vila com a denominação de Buquira pela lei provincial nº 149, de 26/04/1880, desmembrada de São José dos Campos.
115. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Pedro por lei provincial nº 42 de 22/02/1881, desmembrada de Piracicaba.
116. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Francisco de Paula de Pinheiros em 27/06/1881, desmembrada de Queluz.
117. Elevada à categoria de vila com a denominação de Espírito Santo da Boa Vista pela lei nº 27 de 10/03/1885, desmembrada de Itapetininga.
118. Elevada à categoria de vila com a denominação de Espírito Santo de Barretos pela lei provincial nº 22 de 10/03/1885, desmembrada de Jaboticabal.
119. Elevada à categoria de vila com a denominação de Campos Novos do Paranapanema por lei provincial nº 25 de 10/03/1885, desmembrada de Santa Cruz do Rio Pardo.
120. Elevada à categoria de vila com a denominação de Divino Espírito Santo de Batatais por lei nº 37 de 10/03/1885, desmembrada de Batatais.
121. Elevada à categoria de vila com a denominação de Espírito Santo do Turvo pela lei provincial nº 20 de 10/03/1885, desmembrada de Lençóis.
122. Elevada à categoria de vila com a denominação de Carmo de Franca por lei provincial nº 24 de 10/03/1885, desmembrada de Franca.
123. O povoado de Santo Antônio de Batatais foi elevado à categoria de vila com a denominação de Orlândia por lei provincial nº 37 de 10/03/1885, desmembrada do Batatais.
124. Elevada à categoria de vila com a denominação de Bom Sucesso por lei estadual nº 233 de 10/03/1885, desmembrada de Itapeva.
125. Elevada à categoria de vila com a denominação de Nossa Senhora do Patrocínio do Sapucahy por lei provincial nº 23 de 10/03/1885, desmembrada de Franca.
126. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santa Rita do Passa Quatro por lei provincial nº 34 de 10/03/1885, desmembrada de Pirassununga.
127. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santo Antônio da Alegria por lei provincial nº 21 de 10/03/1885, desmembrada de Cajuru.
128. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Manuel do Paraíso por lei provincial nº 26 de 10/03/1885, desmembrada de Botucatu.
129. Elevada à categoria de vila com a denominação de Santa Cruz das Palmeiras por lei provincial nº 48 de 20/03/1885, desmembrada de Casa Branca.
130. Elevada à categoria de vila com a denominação de São José do Rio Pardo pela lei provincial nº 49 de 20/03/1885, desmembrada de Casa Branca.
131. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Bernardo pela lei provincial nº 38 de 12/03/1889, desmembrada de São Paulo.
132. Elevada à categoria de vila com a denominação de Juqueri pela lei nº 76 de 27/03/1889, desmembrada de Guarulhos.
133. Elevada à categoria de vila com a denominação de Salto de Itu pela lei provincial nº 68 de 27/03/1889, desmembrada de Itu.
134. Elevada à categoria de vila com a denominação de São Miguel Arcanjo por lei provincial nº 86, de 01/04/1889, desmembrada de Itapetininga.
135. Elevada à categoria de vila com a denominação de Pereiras por lei provincial nº 93 de 04/04/1889, desmembrada de Tatuí.
136. Elevada à categoria de vila com a denominação de Ribeirão Bonito por decreto estadual nº 24 de 05/03/1890, desmembrada de Brotas.
137. O povoado de Nossa Senhora das Dores do Sapé foi elevado à categoria de vila com a denominação de Bariri por decreto-lei nº 60-A de 16/06/1890, desmembrado de Jaú.
138. Elevada à categoria de vila com a denominação de Ibitinga pelo decreto nº 66 de 04/07/1890, desmembrada de Araraquara.
139. Elevada à categoria de município com a denominação de Nossa Senhora dos Remédios da Ponte do Tietê pelo decreto-lei estadual nº 158 de 15/03/1891, desmembrada de Botucatu.
140. Elevada à categoria de município com a denominação de Fartura por decreto estadual nº 145 de 31/03/1891, desmembrada de Itaporanga.
141. Elevada à categoria de município com a denominação de Nossa Senhora da Conceição de Lavrinha por decreto estadual nº 192 de 08/04/1891, desmembrada de Faxina.
142. Espírito Santo do Córrego das Pedras foi elevado à categoria de município com a denominação de Boa Vista das Pedras por decreto-lei nº 161 de 24/04/1891, desmembrado de Ibitinga.
143. Elevada à categoria de município com a denominação de Santo Antônio da Boa Vista por decreto-­lei estadual nº 163 de 01/05/1891, desmembrada de Faxina.
144. Elevada à categoria de município com a denominação de Nossa Senhora do Pilar pelo decreto nº 168 de 12/05/1891, desmembrada de Sarapuí.
145. Elevada à categoria de município com a denominação de São Sebastião da Alegria por decreto-lei estadual nº 174 de 22/05/1891, desmembrada de Lençóis.
146. Elevada à categoria de município com a denominação de São João da Bocaina pelo decreto-lei estadual nº 175 de 23/05/1891, desmembrada de Jaú.
147. São Pedro de Campos Novos do Turvo foi elevado à categoria de município como São Pedro do Turvo por decreto-lei estadual nº 181 de 29/05/1891, desmembrado de S. C. do R. Pardo.
148. Elevada à categoria de município com a denominação de Vila Vieira do Piquete por decreto-lei estadual nº 166 de 07/05/1891, desmembrada de Lorena.
149. Elevada à categoria de município com a denominação de Ribeirãozinho pela lei estadual nº 60 de 16/08/1892, desmembrada de Jaboticabal.
150. Elevada à categoria de município com a denominação de Ribeirão Branco por lei estadual nº 83 de 06/09/1892, desmembrada de Faxina.
151. Elevada à categoria de município com a denominação de Pitangueiras por lei estadual nº 152 de 06/07/1893, desmembrada de Jaboticabal.
152. Elevada à categoria de município com a denominação de São Pedro do Itararé por Lei Estadual no 197, de 28 de agosto de 1893, desmembrada de Faxina.
153. Elevada à categoria de município com a denominação de Rio das Pedras por lei estadual nº 291 de 10/07/1894, desmembrada de Piracicaba.
154. Elevada à categoria de município com a denominação de Bebedouro por lei estadual nº 293 de 19/07/1894, desmembrada de Jaboticabal.
155. Elevada à categoria de município com denominação de São José do Rio Preto pela lei estadual nº 294 de 19/07/1894, desmembrada de Jaboticabal.
156. Elevada à categoria de município com a denominação de São João do Curralinho por lei estadual nº 348 de 17/08/1895, desmembrada de Santo Antônio da Cachoeira (Piracaia).
157. Elevada à categoria de município com a denominação de Leme pela lei estadual nº 358 de 29/08/1895, desmembrada de Pirassununga.
158. Elevada à categoria de município com a denominação de Monte Alto por lei estadual nº 363 de 31/08/1895, desmembrada de Jaboticabal.
159. O povoado de Nossa Senhora da Conceição Aparecida do Capivara foi elevado à categoria de município como Conceição de Monte Alegre em 1896, desmembrado de Campos Novos Pta.
160. Elevada à categoria de município com a denominação de São João de Itatinga por lei estadual nº 415 de 24/07/1896, desmembrada de Avaré.
161. Elevada à categoria de município com a denominação de Porto Ferreira pela lei estadual nº 424 de 29/07/1896, desmembrada de Pirassununga.
162. Elevada à categoria de município com a denominação de Pedreira por lei estadual nº 450 de 31/10/1896, desmembrada de Amparo.
163. Elevada à categoria de município com a denominação de Tremembé pela lei estadual nº 458 de 26/11/1896, desmembrada de Taubaté.
164. Elevada à categoria de município com a denominação de Sertãozinho pela lei estadual nº 463 de 05/12/1896, desmembrada de Ribeirão Preto.
165. Elevada à categoria de município com a denominação de Nuporanga por lei estadual nº 483 de 24/12/1896, no lugar de Divino Espírito Santo de Batatais e englobando Orlândia.
166. Elevada à categoria de município com a denominação de Espírito Santo da Fortaleza pela lei provincial nº 69 de 02/04/1897, desmembrada de Lençóis.
167. Elevada à categoria de município com a denominação de São João Batista de Dourados por lei estadual nº 502 de 19/05/1897, desmembrada de Brotas.
168. Elevada à categoria de município com a denominação de Anápolis pela lei estadual nº 505 de 21/06/1897, desmembrada de Rio Claro.
169. Elevada à categoria de município com a denominação de Cravinhos por lei estadual nº 511 de 22/07/1897, desmembrada de Ribeirão Preto.
170. O povoado de Nossa Senhora da Escada foi elevado à categoria de município com a denominação de Guararema por lei estadual nº 528 de 03/06/1898, desmembrado de Mogi das Cruzes.
171. Elevada à categoria de município com a denominação de Nossa Senhora da Conceição de Santa Cruz por lei estadual nº 533 de 04/07/1898, desmembrada de Pirassununga.
172. Elevada à categoria de município com a denominação de Boa Esperança pela lei estadual nº 542 de 21/07/1898, desmembrada de Araraquara.
173. Elevada à categoria de município com a denominação de São Paulo dos Agudos por lei estadual nº 543 de 27/07/1898, desmembrada de Lençóis.
174. O povoado de Ilha Grande foi elevado à categoria de município com a denominação de Jardinópolis por lei estadual nº 544 de 27/07/1898, desmembrado de Batatais.
175. Elevada à categoria de município com a denominação de Tambaú pela lei estadual nº 559 de 20/08/1898, desmembrada de Casa Branca.
176. Elevada à categoria de município com a denominação de Matão pela lei estadual nº 567 de 27/08/1898, desmembrada de Araraquara.
177. Elevada à categoria de município com a denominação de Mineiros pela lei estadual nº 581 de 29/08/1899, desmembrada de Dois Córregos.
178. O povoado de Nossa Senhora da Piedade de Mato Grosso de Batatais foi elevado à categoria de município como Altinópolis por lei estadual nº 1038 de 19/12/1906, desmembrado de Batatais.
179. Elevada à categoria de município com a denominação de Salto do Paranapanema pela lei estadual nº 1038 de 19/12/1906, desmembrada de Santa Cruz do Rio Pardo.
180. O povoado de Ibiquira foi elevado à categoria de município com a denominação de Santa Rosa pela lei estadual nº 1038 de 19/12/1906, desmembrado de São Simão.
181. O povoado de Vila Orlando foi elevado à categoria de município com a denominação de Orlândia por lei estadual nº 1181 de 25/11/1909, no lugar do município de Nuporanga, englobando-o.
182. Elevada à categoria de município com a denominação de Ribeira por lei estadual nº 212 de 20/10/1910, desmembrada de Apiaí.
183. Elevada à categoria de município com a denominação de Barra Bonita por lei estadual nº 1338 de 14/12/1912, desmembrada de Jaú.
184. Elevada à categoria de município com a denominação de Brodosqui pela lei estadual nº 1.381 de 22/08/1913, desmembrada de Batatais.
185. Elevada à categoria de município com a denominação de Bica da Pedra por Lei no 1383 de 11/09/1913, desmembrada de Jaú.
186. Elevada à categoria de município com a denominação de Piratininga por lei estadual nº 1395 de 17/12/1913, desmembrada de Agudos.
187. Elevada à categoria de município com a denominação de Penápolis pela lei estadual nº 1.397 de 22/12/1913, desmembrada de Bauru.
188. Elevada à categoria de município com a denominação de Pirajuí por lei estadual nº 1428 de 03/12/1914, desmembra de Bauru.
189. Elevada à categoria de município com a denominação de Monte Azul por lei estadual nº 1443 de 22/12/1914, desmembrada de Bebedouro.
190. O povoado de Ilha Grande do Paranapanema foi elevado à categoria de município como Ipaussu por lei estadual nº 1465 de 20/09/1915, desmembrado de Santa Cruz do Rio Pardo.
191. Elevada à categoria de município com a denominação de Platina por lei estadual nº 1478 de 24/11/1915, desmembrada de Campos Novos do Paranapanema.
192. Elevada à categoria de município com a denominação de Santa Adélia por lei estadual nº 1.499 de 22/03/1916, desmembrada de Taquaritinga.
193. Elevada à categoria de município com a denominação de Conchas por lei estadual nº 1513 de 04/12/1916, desmembrada de Tietê.
194. Elevada à categoria de município com a denominação de Viradouro por lei estadual nº 1522 de 26/12/1916, desmembrada de Pitangueiras.
195. Elevada à categoria de município com a denominação de Novo Horizonte por lei estadual nº 1530 de 28/12/1916, desmembrada de Itápolis.
196. O povoado de São João do Laranjal foi elevado à categoria de município com a denominação de Laranjal por lei estadual nº 1555 de 08/10/1917, desmembrado de Tietê.
197. Elevada à categoria de município com a denominação de Cerqueira César pela lei estadual nº 1556 de 10/10/1917, desmembrada de Avaré.
198. Elevada à categoria de município com a denominação de Guariba por lei estadual nº 1562 de 06/11/1917, desmembrada de Jaboticabal.
199. O povoado de Vila Adolfo foi elevado à categoria de município com a denominação de Catanduva por lei estadual nº 1.564 de 14/11/1917, desmembrado do município de São José do Rio Preto.
200. Elevada à categoria de município com a denominação de Olímpia pela lei nº 1.571 de 07/12/1917, desmembrada de Barretos.
201. Elevada à categoria de município com a denominação de Óleo pela lei nº 1.576 de 14/12/1917, desmembrada de Santa Cruz do Rio Pardo.
202. Elevada à categoria de município com a denominação de Assiz pela lei estadual nº 1.581 de 20/12/1917, desmembrada de Platina.
203. Elevada à categoria de município com a denominação de São Joaquim pela lei estadual nº 1588 de 26/12/1917, desmembrada de Orlândia.
204. Elevada à categoria de município com a denominação de Itajubi por lei estadual nº 1604 de 26/10/1918, desmembrada de Itapólis.
205. Elevada à categoria de município com a denominação de Ourinhos pela lei nº 1.618 de 13/12/1918, desmembrada de Salto Grande.
206. Elevada à categoria de município com a denominação de Ariranha por lei estadual nº 1623 de 20/12/1918, desmembrada de Monte Alto.
207. Elevada à categoria de município com a denominação de Tabapuã por lei estadual no 1662 de 27/11/1919, desmembrada de Monte Alto.
208. O povoado de Jacutinga foi elevado à categoria de município com a denominação de Avahy por lei estadual nº 1672 de 02/12/1919, desmembrado de Bauru.
209. Elevada à categoria de município com a denominação de Palmital por lei nº 167 de 18/12/1919, desmembrada de Campos Novos.
210. Elevada à categoria de município com a denominação de Albuquerque Lins pela lei estadual nº 1.708 de 27/12/1919, desmembrada de Pirajuí.
211. Elevada à categoria de município com a denominação de Presidente Prudente pela lei nº 1798 de 28/11/1921, desmembrada de Campos Novos e Conceição de Monte Alegre.
212. Elevada à categoria de município com a denominação de Santo Anastácio pela lei estadual nº 1798 de 28/11/1921, desmembrada de Presidente Prudente.
213. Elevada à categoria de município com a denominação de Buri por lei estadual nº 1805 de 01/12/1921, desmembrada de Faxina.
214. Elevada à categoria de município com a denominação de Vargem Grande pela lei estadual nº 1.804 de 01/12/1921, desmembrada de São João da Boa Vista.
215. Elevada à categoria de município com a denominação de Araçatuba pela lei estadual nº 1.812 de 08/12/1921, desmembrada de Penápolis.
216. Elevada à categoria de município com a denominação de Birigüi pela lei estadual nº 1.811 de 08/12/1921, desmembrada de Penápolis.
217. Elevada à categoria de município com a denominação de Ibirá pela lei estadual nº 1817 de 12/12/1921, desmembrada de Rio Preto.
218. Elevada à categoria de município com a denominação de Pedregulho por lei estadual nº 1829 de 21/12/1921, desmembrada de Igarapava.
219. Elevada à categoria de município com a denominação de Torrinha por lei estadual nº 1883 de 30/11/1922, desmembrada de Brotas.
220. O povoado de Irapé foi elevado à categoria de município com a denominação de Chavantes por lei estadual nº 1885 de 04/12/1922, desmembrado de Santa Cruz do Rio Pardo.
221. Elevada à categoria de município com a denominação de Bernardino de Campos por lei estadual nº 1929 de 09/10/1923, desmembrada de Santa Cruz do Rio Pardo.
222. O povoado de Hector Legru foi elevado à categoria de município com a denominação de Promissão por lei estadual nº 1934 de 29/11/1923, desmembrado de Penápolis.
223. Elevada à categoria de município com a denominação de Cândido Mota por lei estadual nº 1956 de 28/12/1923, desmembrada de Assis.
224. Elevada à categoria de município com a denominação de Bocaiuva por lei nº 1975 de 01/10/1924, desmembrada de Lençóis.
225. Elevada à categoria de município com a denominação de Vila Americana pela lei estadual nº 1.983 de 12/11/1924, desmembrada de Campinas.
226. Elevada à categoria de município com a denominação de Ribeirão Vermelho por lei estadual nº 1984 de 12/11/1924, desmembrada de Itaporanga.
227. Elevada à categoria de município com a denominação de Maracaí por lei estadual nº 2000 de 19/12/1924, desmembrada de Conceição de Monte Alegre.
228. Elevada à categoria de município com a denominação de Monte Aprazível pela lei estadual nº 2008 de 23/12/1924, desmembrada de Rio Preto.
229. O povoado de Arraial do Jataí foi elevado à categoria de município com a denominação de Tanabi pela lei estadual nº 2.009 de 23/12/1924, desmembrado de Rio Preto.
230. Elevada à categoria de município com a denominação de Iacanga por lei estadual nº 2026 de 27/12/1924, desmembrada de Pederneiras.
231. Elevada à categoria de município com a denominação de Mirassol por lei estadual nº 2.007 de 28/12/1924, desmembrada de Rio Preto.
232. Elevada à categoria de município com a denominação de Paraguaçu por lei nº 2032 de 30/12/1924, desmembrada de Sapezal.
233. Elevada à categoria de município com a denominação de Cafelândia por lei estadual nº 2113 de 30/07/1925, desmembrada de Pirajuí.
234. Elevada à categoria de município com a denominação de Quatá por lei estadual nº 2073 de 04/11/1925, desmembrada de Conceição de Monte Alegre.
235. Elevada à categoria de município com a denominação de Grama pela lei estadual nº 2072 de 04/11/1925, desmembrada de São José do Rio Pardo.
236. Elevada à categoria de município com a denominação de Tabatinga por Lei no 2085 de 18/12/1925, desmembrada de Ibitinga.
237. Elevada à categoria de município com a denominação de Borborema por lei estadual nº 2089 de 19/12/1925, desmembrada de Itápolis.
238. Elevada à categoria de município com a denominação de Guará por lei estadual nº 2088 de 19/12/1925, desmembrada de Ituverava.
239. Elevada à categoria de município com a denominação de Nova Granada por lei estadual nº 2.090 de 19/12/1925, desmembrada de Rio Preto
240. Elevada à categoria de município com a denominação de Colina por lei estadual nº 2096 de 24/12/1925, desmembrada de Barretos.
241. O povoado de São Roque do Taquari foi elevado à categoria de município com a denominação de Taquari por lei estadual nº 2097 de 24/12/1925, desmembrado de Itaporanga.
242. Elevada à categoria de município com a denominação de Potirendaba por lei estadual nº 2.098 de 26/12/1925, desmembrada de Rio Preto.
243. O povoado de Miguel Calmon foi elevado à categoria de município com a denominação de Avanhandava por lei estadual nº 2102 de 29/12/1925, desmembrado de Penápolis.
244. Elevada à categoria de município com a denominação de Glicério por lei estadual nº 2114 de 29/12/1925, desmembrada de Penápolis.
245. Elevada à categoria de município com a denominação de Inácio Uchoa pela lei nº 2.117 de 30/12/1925, desmembrada de Rio Preto.
246. Elevada à categoria de município com a denominação de Pindorama por lei estadual nº 2125 de 31/12/1925, desmembrada de Santa Adélia e Ariranha.
247. Elevada à categoria de município com a denominação de Presidente Wenceslau pela lei estadual nº 2133 de 02/09/1926, desmembrada de Presidente Prudente.
248. O povoado de Santa Luzia foi elevado à categoria de município com a denominação de Duartina por lei estadual nº 2151 de 11/12/1922, desmembrado de Piratininga.
249. O povoado de Cerradão foi elevado à categoria de município com a denominação de José Bonifácio pela lei estadual nº 2177 de 28/12/1926, desmembrado de Mirassol.
250. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Nuporanga por lei estadual nº 2173 de 28/12/1926, desmembrada de Orlândia.
251. O povoado de Monte Verde foi elevado à categoria de município com a denominação de Cajobi por lei estadual nº 2189 de 30/12/1926, desmembrado de Olímpia.
252. Elevada à categoria de município com a denominação de Serra Azul pela lei estadual nº 2206 de 14/11/1927, desmembrada de São Simão.
253. Elevada à categoria de município com a denominação de Presidente Alves por lei estadual nº 2216 de 02/12/1927, desmembrada de Avaí.
254. O povoado de Anta foi elevado à categoria de município com a denominação de Gália por lei estadual nº 2229 de 20/12/1927, desmembrado de Duartina.
255. O povoado de Bela Vista foi elevado à categoria de município com a denominação de Porangaba por lei estadual nº 2244 de 26/12/1927, desmembrado de Tatuí.
256. Elevada à categoria de município com a denominação de Jacupiranga por lei estadual nº 253 de 29/12/1927, desmembrada de Iguape.
257. Elevada à categoria de município com a denominação do Mundo Novo por lei estadual nº 2286 de 24/09/1928, desmembrada de Itajobi.
258. Elevada à categoria de município com a denominação de Aparecida pela lei estadual nº 2.312 de 17/12/1928, desmembrada de Guaratinguetá.
259. Elevada à categoria de município com a denominação de Marília pela lei estadual nº 2.320 de 24/12/1928, desmembrada dos municípios de Cafelândia e Campos Novos.
260. Elevada à categoria de município com a denominação de Garça por lei estadual nº 2330 de 27/12/1928, desmembrada dos municípios Campos Novos Paulista e Pirajuí.
261. Elevada à categoria de município com a denominação de Guaíra por lei estadual nº 2328 de 27/12/1928, desmembrada de Orlândia.
262. Elevada à categoria de município com a denominação de Tapiratiba por lei no 2329 de 27/12/1928, desmembrada de Caconde.
263. Elevada à categoria de município com a denominação de Coroados por lei estadual nº 2339 de 28/12/1928, desmembrada de Birigui.
264. Elevada à categoria de município com a denominação de Cedral por lei estadual nº 2399 de 27/12/1929, desmembrada de Rio Preto.
265. Elevada à categoria de município com a denominação de Morro Agudo por decreto-lei estadual nº 6638 de 31/08/1934, desmembrada de Orlândia.
266. Elevada à categoria de município com a denominação de Campos do Jordão pelo decreto nº 6.501 de 19/06/1934, desmembrada de São Bento do Sapucaí.
267. Elevada à categoria de município com a denominação de Guarujá pelo decreto-lei nº 6.501 de 19/06/1934, desmembrada de Santos.
268. Elevada à categoria de município com a denominação de Lindóia por decreto nº 6.501 de 19/06/1934, desmembrada de Serra Negra.
269. Elevada à categoria de município com a denominação de Vera Cruz, pelo decreto nº 6855 de 10/12/1934, desmembrada de Marília.
270. Elevada à categoria de município com a denominação de Pontal por decreto nº 6915 de 23/01/1935, desmembrada de Sertãozinho.
271. Elevada à categoria de município com a denominação de Presidente Bernardes por decreto-lei nº 6914 de 23/01/1935, desmembrada de Presidente Prudente.
272. Elevada à categoria de município com a denominação de Pirangi por decreto nº 6997 de 07/03/1935, desmembrada de Jaboticabal.
273. Elevada à categoria de município com a denominação de Getulina por decreto-lei nº 7028 de 25/03/1935, desmembrada de Lins.
274. Nossa Senhora da Conceição da Serra do Itaqueri foi elevado à categoria de município com a denominação de Itirapina por decreto nº 7031 de 25/03/1935, desmembrada de Rio Claro.
275. Elevada à categoria de município com a denominação de Regente Feijó por decreto nº 7262 de 28/06/1935, desmembrada de Presidente Prudente.
276. Elevada à categoria de município com a denominação de Águas de Prata por decreto-lei estadual nº 7277 de 03/07/1935, desmembrada de São João da Boa Vista.
277. Elevada à categoria de município com a denominação de Fernando Prestes por decreto nº 7354 de 05/07/1935, desmembrada de Taquaritinga.
278. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Natividade pelo decreto nº 7353 de 05/07/1935, desmembrada de Paraibuna.
279. Elevada à categoria de município com a denominação de Rancharia por decreto nº 7357 de 05/07/1935, desmembrada de Paraguaçu.
280. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Redenção pelo decreto nº 7353 de 05/07/1935, desmembrada de Jambeiro.
281. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Ribeira por lei estadual nº 2503 de 03/01/1936, desmembrada de Apiaí.
282. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Pilar pela lei estadual nº 2.695, de 05/01/1936, desmembrada de Piedade.
283. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Campo Largo de Sorocaba por lei nº 2695 de 05/11/1936, desmembrada de Sorocaba.
284. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Guareí pelo decreto nº 2.695 de 05/11/1936, desmembrada de Tatuí.
285. Elevada à categoria de município com a denominação de Palestina por lei estadual nº 2782 de 23/12/1936, desmembrada de Nova Granada.
286. Elevada à categoria de município com a denominação de Guararapes por lei estadual nº 2.833 de 05/01/1937, desmembrada de Araçatuba.
287. Elevada à categoria de município com a denominação de Valparaíso por lei estadual nº 2.859 de 08/01/1937, desmembrada de Araçatuba.
288. Elevada à categoria de município com a denominação de Boituva pela lei estadual nº 3.045 de 06/09/1937, desmembrada de Porto Feliz.
289. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Sarapuí pela lei nº 3101 de 07/10/1937, desmembrada de Itapetininga.
290. O povoado de Catequese foi elevado à categoria de município com a denominação de Bela Vista por decreto nº 9.775 de 30/11/1938, no lugar de Campos Novos, englobando-o.
291. O povoado de José Teodoro foi elevado à categoria de município com a denominação de Martinópolis pelo decreto-lei nº 9775 de 30/11/1938, desmembrado de Regente Feijó.
292. Elevada à categoria de município com a denominação de Prainha por decreto-lei estadual nº 9775 de 30/11/1938, desmembrada de Iguape.
293. O povoado de Patos foi elevado à categoria de município com a denominação de Paulo de Faria por decreto estadual nº 9775 de 30/11/1938, desmembrado de Olímpia.
294. Novo Oriente foi elevado à categoria de município com a denominação de Pereira Barreto por decreto-lei estadual nº 9775 de 30/11/1938, desmembrado de Monte Aprazível, Araçatuba e Tanabi.
295. Elevada à categoria de município com a denominação de Pompéia por decreto estadual nº 9775 de 30/11/1938, desmembrada de Marília.
296. Elevada à categoria de município com a denominação de Santo André por decreto estadual nº 9.775 de 30/11/1938, no lugar de São Bernardo, englobando-o.
297. Elevada à categoria de município com a denominação de Tupã por decreto-lei estadual nº 9.775 de 30/11/1938, desmembrada dos municípios de Glicério, Araçatuba, Birigui e Marília.
298. Elevada à categoria de município com a denominação de Andradina pelo decreto-lei estadual nº 9.775 de 30/12/1938, desmembrada de Valparaíso.
299. O povoado de Cascavel foi elevado à categoria de município com a denominação de Aguaí por Decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrado de São João da Boa Vista e Mogi Guaçu.
300. Elevada à categoria de município com a denominação de Álvares Machado por decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Presidente Prudente e Presidente Bernardes.
301. Elevada à categoria de município com a denominação de Bastos pela lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Tupã.
302. O povoado de Nipolândia foi elevado à categoria de município com a denominação de Bilac por decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrado de Birigui.
303. Elevada à categoria de município com a denominação de Cosmópolis pelo decreto-lei estadual nº 14.334 de 30/11/1944, desmembrada de Campinas, Mogi Mirim e Limeira.
304. Elevada à categoria de município com a denominação de Elias Fausto por decreto-lei estadual nº 14.334 de 30/11/1944, desmembrada de Monte Mor, Capivari e Salto.
305. Elevada à categoria de município com a denominação de Fernandópolis por decreto-­lei estadual nº 14334, desmembrada de Tanabi e Pereira Barreto.
306. Elevada à categoria de município com a denominação de Franco da Rocha pelo decreto-lei nº 14.334 de 30/11/1944, desmembrada de Juqueri
307. O povoado de Sebastianópolis foi elevado à categoria de município como General Salgado pelo decreto-lei nº 14334 de 30/11/1944, desmembrado de Monte Aprazível e Araçatuba.
308. Elevada à categoria de município com a denominação de Guaraci por decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Olímpia.
309. Elevada à categoria de município com a denominação de Guarantã pelo decreto-lei estadual nº 14.334 de 30/11/1944, desmembrada dos municípios de Pirajuí e Garça.
310. O povoado de Herculânea foi elevado à categoria de município com a denominação de Herculândia pelo decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrado de Pompéia e Tupã.
311. O povoado de Pau D'alho foi elevado à categoria de município como Ibirarema por decreto-lei nº 14334 de 30/11/1944, desmembrado de Salto Grande, Palmital e Echaporã.
312. Elevada à categoria de município com a denominação de Iepê por decreto-lei nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Rancharia, Martinópolis e Araguaçu.
313. Elevada à categoria de município com a denominação de Irapuã por decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Novo Horizonte.
314. Elevada à categoria de município com a denominação de Lavínia por decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Valparaíso e Araçatuba.
315. À município como Lucélia por decreto-lei nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Andradina, Valparaíso, Guararapes, Martinópolis, P. Prudente, P. Bernardes, S. Anastácio e P. Venceslau.
316. Elevada à categoria de município com a denominação de Lutécia por decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Echaporã e Araguaçu.
317. Elevada à categoria de município com a denominação de Manduri por decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Piraju, Santa Barbara do Rio Pardo e Óleo.
318. Elevada à categoria de município com a denominação de Miguelópolis por decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Ituverava.
319. Comandante Arbues foi elevado à categoria de município como Mirandópolis por decreto-lei nº 14334 de 30/11/1944, desmembrado de Valparaíso, Andradina, Pereira Barreto e Araçatuba.
320. Elevada à categoria de município com a denominação de Iboti pelo decreto-lei estadual nº 14334 de 30/12/1944, desmembrada de Monte Aprazível e Mirassol.
321. Elevada à categoria de município com a denominação de Nhandeara por decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Monte Aprazível.
322. Elevada à categoria de município com a denominação de Nova Aliança por decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de São José do Rio Preto.
323. Elevada à categoria de município com a denominação de Oriente por decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada dos municípios de Marília e Pompéia.
324. Elevada à categoria de município com a denominação de Osvaldo Cruz pelo decreto-lei nº 14.334 de 30/11/1944, desmembrada de Guararapes e Tupã.
325. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Paranapanema por decreto-lei estadual no 14334, de 30/11/1944, desmembrada de Itaí.
326. O povoado de Canaã foi elevado à categoria de município com a denominação de Parapuã pelo decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrado de Tupã.
327. Elevada à categoria de município com a denominação de Quintana por decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Pompéia.
328. Elevada à categoria de município com a denominação de Registro pelo decreto-lei nº 14.334 de 30/11/1944, desmembrada dos municípios de Iguape, Xiririca e Miracatu.
329. Elevada à categoria de município com a denominação de Rinópolis pelo decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Tupã.
330. Elevada à categoria de município com a denominação de Sales Oliveira pelo decreto-lei estadual nº 14334 de 30/11/1944, desmembrada de Orlândia e Jardinópolis.
331. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de São Bernardo do Campo pelo decreto-lei estadual nº 14.334, de 30/11/1944, desmembrada de Santo André.
332. Elevada à categoria de município e distrito com a denominação de Votuporanga pelo Decreto-lei estadual nº 14.334, de 30/11/1944, desmembrada de Tanabi.
333. Elevada à categoria de município com a denominação de Adamantina pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Lucélia.
334. Elevada à categoria de município com a denominação de Águas de São Pedro por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de São Pedro.
335. Elevada à categoria de município com a denominação de Alfredo Marcondes pela lei nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Alvares Machado.
336. O povoado de Vila Monteiro, depois Igapira, foi elevada à categoria de município com a denominação de Álvares Florence por lei nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Votuporanga.
337. O povoado de Santa Cecília é elevada à categoria de município com a denominação de Álvaro de Carvalho por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Garça.
338. Elevada à categoria de município com a denominação de Américo de Campos por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Tanabi.
339. O povoado de Soturna foi elevado à categoria de município com a denominação de Arealva por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Iacanga.
340. Elevada à categoria de município com a denominação de Artur Nogueira por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Mogi Mirim.
341. Elevada à categoria de município com a denominação de Barueri por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Santana de Parnaíba.
342. O povoado de Alto Pimenta foi elevado à categoria de município com a denominação de Bento de Abreu pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Valparaíso.
343. Elevada à categoria de município com a denominação de Buritama por lei nº 233 de 24/12/1948, desmembrada do município de Monte Aprazível.
344. O povoado de Mirante foi elevado à categoria de município com a denominação de Cabrália Paulista por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Piratininga.
345. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Campos Novos Paulista por lei nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Ibirarema.
345. Elevada à categoria de município com a denominação de Cardoso por lei nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Votuporanga.
346. O povoado de São José de Cerquilho foi elevado à categoria de município com a denominação de Cerquilho por lei nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Tietê.
347. Elevada à categoria de município com a denominação de Conchal por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Mogi Mirim.
348. O povoado de Cordeiro foi elevado à categoria de município com a denominação de Cordeirópolis por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Limeira.
349. Elevada à categoria de município com a denominação de Corumbataí por lei nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Rio Claro.
350. Elevada à categoria de município com a denominação de Cosmorama por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Tanabi.
351. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Cubatão pela lei estadual nº 233 de 24-12-1948, desmembrada de Santos.
352. Elevada à categoria de município com a denominação de Dracena por lei no 233 de 24/12/1948, desmembrada de Gracianópolis (Tupi Paulista).
353. Elevada à categoria de município com a denominação de Estrela d’Oeste por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Fernandópolis.
354. O povoado de Aguapeí do Alto foi elevado à categoria de município com a denominação de Flórida Paulista por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Lucélia.
355. O povoado de São José de Guapiara foi elevado à categoria de município com a denominação de Guapiara por lei estadual nº 233 de 24/­12/1948, desmembrado de Capão Bonito.
356. Elevada à categoria de município com a denominação de Guaraçaí por lei estadual nº 233 de 24/­12/1948, desmembrada de Andradina.
357. Elevada à categoria de município com a denominação de Indiana por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Regente Feijó.
358. O povoado de Olhos d’Água foi elevado à categoria de município com a denominação de Ipuã pela lei nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de São Joaquim da Barra.
359. Elevada à categoria de município com a denominação de Itariri pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Itanhaém.
360. Elevada à categoria de município com a denominação de Itirapuã por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Patrocínio do Sapucaí.
361. Elevada à categoria de município com a denominação de Jaborandi por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Colina.
362. Elevada à categoria de município com a denominação de Jales por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Fernandópolis.
363. O povoado de Campo Largo foi elevado à categoria de município com a denominação de Jarinu por lei nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Atibaia.
364. O povoado de Mesquita foi elevado à categoria de município com a denominação de Julio Mesquita pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Cafelândia.
365. Elevada à categoria de município com a denominação de Junqueirópolis pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Lucélia.
366. O povoado de Santo Antônio de Juquiá foi elevado à categoria de município com a denominação de Juquiá por lei nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Miracatu.
367. O povoado de Macahubas foi elevado à categoria de município com a denominação de Macaubal por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Monte Aprazível.
368. O povoado de Bom Jesus do Monte Alegre do Sul foi elevado à categoria de município como Monte Alegre do Sul por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Amparo.
369. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Monteiro Lobato por lei estadual nº 233, de 24 de dezembro de 1948, desmembrada de São José dos Campos.
370. O povoado de Tabajara, depois Vila Fortuna e Amarilis, foi elevado à categoria de município como Oscar Bressane por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Lutécia.
371. O povoado de Guaraniúva foi elevado à categoria de município com a denominação de Pacaembu por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Lucélia.
372. Elevada à categoria de município com a denominação de Pauliceia pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Gracianópolis (Tupi Paulista).
373. O povoado de Alecrim foi elevado à categoria de município com a denominação de Pedro de Toledo por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Miracatu.
374. Elevada à categoria de município com a denominação de Piquerobi por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Santo Anastácio.
375. Elevada à categoria de município com a denominação de Pirapozinho por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Presidente Prudente.
376. O povoado de Avanhandava, depois São Jerônimo, foi elevado à categoria do município com a denominação de Planalto, por Lei Estadual no 233 de 24/12/1948, desmembrado de Monte Aprazível.
377. O povoado de Apoá foi elevado à categoria de município com a denominação de Poá por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Mogi das Cruzes.
378. Elevada à categoria de município com a denominação de Pongaí por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Pirajuí.
379. Elevada à categoria de município com a denominação de Presidente Epitácio por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Presidente Venceslau.
380. O povoado de Batalha foi elevado à categoria de município com a denominação de Reginópolis por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Pirajuí
381. Elevada à categoria de município com a denominação de Rifaina por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Pedregulho.
382. Elevada à categoria de município com a denominação de Rincão por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Araraquara.
383. Elevada à categoria de município com a denominação de Rubiácea por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Guararapes.
384. Elevada à categoria de município com a denominação de Santa Gertrudes pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Rio Claro.
385. Elevada à categoria de município e distrito com denominação de São Caetano do Sul pela lei estadual nº 233 de 24/11/1948, desmembrada de Santo André.
386. Elevada à categoria de município com a denominação de São José da Bela Vista pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Franca.
387. O povoado de Serrinha foi elevado à categoria de município com a denominação de Serrana pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Cravinhos.
388. O povoado de São Sebastião do Guaió foi elevado à categoria de município com a denominação de Suzano pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Mogi das Cruzes.
389. Elevada à categoria de município com a denominação de Taiuva por lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Jaboticabal.
390. Elevada à categoria de município com a denominação de Terra Roxa por lei nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Viradouro.
391. O povoado de Santa Cruz do Palmital foi elevado à categoria de município com a denominação de Timburi por lei nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Piraju.
392. Elevada à categoria de município com a denominação de Gracianópolis pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrada de Lucélia.
393. O povoado de Caçador foi elevado à categoria de município com a denominação de Ubirajara pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de São Pedro do Turvo.
394. O povoado de Jacilândia foi elevado à categoria de município com a denominação de Valentim Gentil pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Votuporanga.
395. O povoado de Rocinha foi elevado à categoria de município com a denominação de Vinhedo pela lei estadual nº 233 de 24/12/1948, desmembrado de Jundiaí.
396. O povoado de Termas foi elevado à categoria de município com a denominação de Águas de Lindóia por lei nº 2.456 de 30/12/1953, no lugar de Lindóia, englobando-a.
397. Elevada à categoria de município com a denominação de Alto Alegre por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Penápolis.
398. Elevada à categoria de município com a denominação de Anhumas pela lei estadual nº 2.456 de 30/12/1953, desmembrada de Presidente Prudente.
399. Elevada à categoria de município com a denominação de Auriflama por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de General Salgado.
400. Elevada à categoria de município com a denominação de Balbinos pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Pirajuí.
401. Elevada à categoria de município com a denominação de Bálsamo por lei nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Mirassol.
402. Elevada à categoria de município com a denominação de Barrinha por lei nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Sertãozinho.
403. Elevada à categoria de município com a denominação de Braúna por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Glicério.
404. O povoado de Buritis foi elevado à categoria de município com a denominação de Buritizal pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Igarapava.
405. Elevada à categoria de município com a denominação de Caiabu pela lei estadual nº 2456 de 30/11/1953, desmembrada de Regente Feijó.
406. Elevada à categoria de município com a denominação de Caiuá por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Presidente Venceslau.
407. Elevada à categoria de município com a denominação de Castilho por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Andradina.
408. O povoado de Xarqueada foi elevado à categoria de município com a denominação de Charqueada por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Piracicaba.
409. Elevada à categoria de município com a denominação de Clementina por lei estadual n° 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Birigui.
410. Espírito Santo do Rio do Peixe, depois Sapecado, foi elevado à categoria de município como Divinolândia por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de São José do Rio Pardo.
411. O povoado de Vila Romanópolis foi elevado à categoria de município com a denominação de Ferraz de Vasconcelos pela lei estadual nº 2.456 de 30/12/1953, desmembrado de Poá.
412. Elevada à categoria de município com a denominação de Flora Rica pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Pacaembu.
413. Elevada à categoria de município com a denominação de Florínea pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Assis.
414. O povoado de Brioso foi elevado à categoria de município com a denominação de Gastão Vidigal por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Nhandeara.
415. Elevada à categoria de município com a denominação de Guaiçara por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Lins.
416. Elevada à categoria de município com a denominação de Guaimbê por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Getulina.
417. O povoado de Ribeirão Claro foi elevado à categoria de município com a denominação de Guapiaçu pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de São José do Rio Preto.
418. Elevada à categoria de município com a denominação de Ibaté por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de São Carlos.
419. Elevada à categoria de município com a denominação de Icém pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Guaraci.
420. O povoado de São Joaquim foi elevado à categoria de município com a denominação de Iguaraçu do Tietê por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Barra Bonita.
421. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Igaratá pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Santa Isabel.
422. Elevada à categoria de município com a denominação de Indiaporã por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Fernandópolis.
423. Elevada à categoria de município com a denominação de Iracemápolis por lei nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Limeira.
424. Elevada à categoria de município com a denominação de Irapuru pela lei nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Pacaembu.
425. O povoado de Buenópolis foi elevado à categoria de município com a denominação de Itaju pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Bariri.
426. Nossa Senhora da Conceição de Itaquaquecetuba foi elevado à categoria de município como Itaquaquecetuba pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Mogi das Cruzes
427. Elevada à categoria de município com a denominação de Jaguariúna pela lei nº 2.456 de 30/12/1953, desmembrada de Mogi Mirim.
428. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Lagoinha pela lei estadual nº 2456, de 30-12-1953, desmembrada de São Luiz do Paraitinga.
429. O povoado de Gralha foi elevado à categoria de município com a denominação de Lucianópolis pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Duartina.
430. O povoado de Santo Inácio foi elevado à categoria de município com a denominação de Lupércio pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Garça.
431. Elevada à categoria de município com a denominação de Magda pela lei nº 2.456 de 30/12/1953, desmembrada de Nhandeara.
432. O povoado de Areia Dourada foi elevado à categoria de município com a denominação de Marabá Paulista por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Presidente Venceslau.
433. Elevada à categoria de município com a denominação de Mariápolis por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Adamantina.
434. Elevada à categoria de município com a denominação de Mauá por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Santo André.
435. Elevada à categoria de município com a denominação de Mirante do Paranapanema por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Santo Anastácio e Presidente Venceslau.
436. Elevada à categoria de município com a denominação de Monte Castelo pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Tupi Paulista.
437. O povoado de Algodoal foi elevado à categoria de município com a denominação de Murutinga do Sul pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Andradina.
438. Elevada à categoria de município com a denominação de Nipoã por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Monte Aprazível.
439. Elevada à categoria de município com a denominação de Nova Europa por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Tabatinga.
440. Elevada à categoria de município com a denominação de Ouro Verde pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Dracena.
441. Elevada à categoria de município com a denominação de Panorama pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Pauliceia.
442. O povoado de São Sebastião do Turvo foi elevado à categoria de município com a denominação de Paraíso por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Pirangi.
443. Elevada à categoria de município com a denominação de Pariquera-Açu por lei estadual nº 2456 de 30 de dezembro 1953, desmembrada de Jacupiranga.
444. Elevada à categoria de município com a denominação de Piacatu por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Bilac.
445. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Platina por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Palmital.
446. O povoado de Colombo foi elevado à categoria de município com a denominação de Poloni por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Monte Aprazível.
447. Elevada à categoria de município com a denominação de Ribeirão Pires por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Santo André.
448. O povoado de Veadinho foi elevado à categoria de município com a denominação de Riolândia por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Paulo de Faria.
449. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Ribeirão Vermelho do Sul por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Itaporanga.
450. O povoado de Vila Sabino foi elevado à categoria de município com a denominação Sabino pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Lins.
451. Elevada à categoria de município com a denominação de Salto de Pirapora pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Sorocaba.
452. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Santa Cruz da Conceição por lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Pirassununga.
453. Elevada à categoria de município com a denominação de Santa Fé do Sul pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Jales e Pereira Barreto.
454. Elevada à categoria de município com a denominação de Santa Mercedes pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrada de Pauliceia.
455. O povoado de Posse de Ressaca foi elevado à categoria de município com a denominação de Santo Antônio da Posse pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Mogi Mirim.
456. O povoado de Jardim foi elevado à categoria de município com a denominação de Santo Antônio do Jardim pela Lei nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Pinhal.
457. O povoado de Luís Barreto foi elevado à categoria de município com a denominação de Severínia pela Lei nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Olímpia.
458. O povoado de Rebouças foi elevado à categoria de município com a denominação de Sumaré pela lei estadual nº 2.456 de 30/12/1953, desmembrado de Campinas.
459. O povoado de Formiga foi elevado à categoria de município com a denominação de Taciba por lei nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Regente Feijó.
460. O povoado de Tayaçu foi elevado à categoria de município com a denominação de Taiaçu pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Jaboticabal.
461. O povoado de Santo Antônio do Uru foi elevado à categoria de município com a denominação de Uru pela lei estadual nº 2456 de 30/12/1953, desmembrado de Pirajuí.
462. Elevada à categoria de município com a denominação de Valinhos pela lei estadual nº 2.456 de 30/12/1953, desmembrada de Campinas.
463. Elevada à categoria de município com a denominação de Adolfo por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Nova Aliança.
464. Elevada à categoria de município com a denominação de Altair por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Olímpia.
465. Elevada à categoria de município com a denominação de Alvinlândia por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Garça e Ubirajara.
466. Elevada à categoria de município com a denominação de Areiópolis por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de São Manuel.
467. Elevada à categoria de município com a denominação de Arujá por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Santa Isabel.
468. Elevada à categoria de município com a denominação de Borboleta por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de São José do Rio Preto.
469. Elevada à categoria de município com a denominação de Barbosa pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Avanhandava.
470. O povoado de Perdões, depois Ajuritiba, foi elevado à categoria de município como Bom Jesus dos Perdões pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Nazaré Paulista.
471. O povoado de Floresta foi elevado à categoria de município com a denominação de Boracéia por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Itapuí.
472. Elevada à categoria de município com a denominação de Caieiras pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Franco da Rocha.
473. O povoado de Água Fria foi elevado à categoria de município com a denominação de Cajamar pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Santana de Parnaíba.
474. Elevada à categoria de município com a denominação Cândido Rodrigues por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Taquaritinga.
475. O povoado de Santa Rita de Cássia dos Coqueiros foi elevado à categoria de município como Cássia dos Coqueiros por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Cajuru.
476. Elevada à categoria de município com a denominação de Catiguá por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Catanduva.
477. Elevada à categoria de município com a denominação de Cesário Lange por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Tatuí.
478. Elevada à categoria de município com a denominação de Colômbia pela lei estadual nº 5.285 de 18/02/1959, desmembrada de Barretos.
479. O povoado de Crystaes foi elevado à categoria de município com denominação de Guapuã pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Franca.
480. Elevada à categoria de município com a denominação de Diadema pela lei estadual nº 5.285 de 18/02/1959, desmembrada de São Bernardo do Campo.
481. Elevada à categoria de município com a denominação de Dolcinópolis pela lei estadual 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Jales.
482. O povoado de M'Boy foi elevado à categoria de município com a denominação de Embu pela lei estadual 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Itapecerica da Serra e Cotia.
483. Elevada à categoria de município com a denominação de Floreal pela lei estadual 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Nhandeara.
484. Elevada à categoria de município com a denominação de Gabriel Monteiro por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada dos municípios de Bilac e Piacatu.
485. Elevada à categoria de município com a denominação de Guarani d’Oeste por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Fernandópolis.
486. Elevada à categoria de município com a denominação de Iacri por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Tupã.
487. O povoado de Ibirapuera foi elevado à categoria de município com a denominação de Inúbia Paulista pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Lucélia.
488. Elevada à categoria de município com a denominação de Itapevi pela lei estadual 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Cotia.
489. Elevada à categoria de município com a denominação de Itobi por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Casa Branca.
490. Elevada à categoria de município com a denominação de Jaci pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada dos municípios de Mirassol e Neves Paulista.
491. Elevada à categoria de município com a denominação de João Ramalho pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Quatá.
492. Elevada à categoria de município com a denominação de Luiz Antônio por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de São Simão.
493. Elevada à categoria de município com a denominação de Luiziânia pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Braúna.
494. Elevada à categoria de município com a denominação de Macedônia pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Fernandópolis.
495. Elevada à categoria de município com a denominação de Mairinque por lei estadual nº 5285 de 18 de fevereiro 1959, desmembrada de São Roque.
496. O povoado de Vila Mendonça foi elevado à categoria de município com a denominação de Mendonça por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Nova Aliança.
497. Elevada à categoria de município com a denominação de Meridiano pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Fernandópolis.
498. Elevada à categoria de município com a denominação de Mirassolândia pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada dos municípios de Mirassol e Bálsamo.
499. Elevada à categoria de município com a denominação de Mongaguá pela lei estadual nº 5.285 de 18/02/1959, desmembrada de Itanhaém.
500. Elevada à categoria de município com a denominação de Nova Guataporanga pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Tupi Paulista e Monte Castelo.
501. Elevada à categoria de município com a denominação de Nova Odessa pela lei estadual nº 5.285 de 18/02/1959, desmembrada de Americana.
502. O povoado de Casa Grande foi elevado à categoria de município com a denominação de Ocauçu por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Marília.
503. Elevada à categoria de município com a denominação de Osasco pela lei estadual nº 5.285 de 18/02/1959, desmembrada de São Paulo.
504. Elevada à categoria de município com a denominação de Palmeira d’Oeste por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Jales.
505. O povoado de Espírito Santo do Rio Pardo foi elevado à categoria de município com a denominação de Pardinho por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Botucatu.
506. O povoado de São João Batista foi elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Peruíbe pela lei estadual nº 5.285 de 18/02/1959, desmembrado de Itanhaém.
507. O povoado de Pirapora foi elevado à categoria de município com a denominação de Pirapora do Bom Jesus por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Santana do Parnaíba.
508. Elevada à categoria de município com a denominação de Populina por lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Estrela d'Oeste.
509. Elevada à categoria de município com a denominação de Pradópolis pela lei estadual nº 5.285 de 18/02/1959, desmembrada de Guariba.
510. Elevada à categoria de município com a denominação de Rafard pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Capivari.
511. Elevada à categoria de município com a denominação de Roseira pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Aparecida.
512. Elevada à categoria de município com a denominação Sagres pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Osvaldo Cruz.
513. O povoado de Irapuan foi elevado à categoria de município com a denominação de Sales pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Novo Horizonte e Irapuã.
514. Elevada à categoria de município com a denominação de Salmourão pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Osvaldo Cruz.
515. Elevada à categoria de município com a denominação de Sandovalina pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Presidente Bernardes.
516. Elevada à categoria de município com a denominação de Santa Albertina pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Jales.
517. Elevada à categoria de município com a denominação de Santa Lucia pela lei estadual nº 5285 de 18-2-1959, desmembrada de Araraquara.
518. O povoado de Santa Maria, depois Tupancy, foi elevado à categoria de município com a denominação de Santa Maria da Serra pela lei nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de São Pedro.
519. Elevada à categoria de município com a denominação de Santo Antônio do Pinhal pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de São Bento do Sapucaí.
520. Elevada à categoria de município com a denominação de Santo Expedito pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Alfredo Marcondes.
521. Elevada à categoria de município com a denominação de Santópolis do Aguapeí pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Clementina
522. Elevada à categoria de município com a denominação de Pau d’ Alho pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Tupi Paulista.
523. O povoado de Sarutayá foi elevado à categoria de município com a denominação de Sarutaiá pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Piraju.
524. Elevada à categoria de município com a denominação de Sete Barras pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Registro.
525. O povoado de Bacuri, depois Pioneiros, foi elevado à categoria de município com a denominação de Sud Menucci pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Pereira Barreto.
526. Elevada à categoria de município com a denominação de Taboão da Serra pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Itapecerica da Serra.
527. O povoado de Ribeirópolis foi elevado à categoria de município com a denominação de Taguaí por lei estadual de nº 5285 de 18/02/1959, desmembrado de Fartura.
528. O povoado de Santa Catarina foi elevado à categoria de município com a denominação de Tapiraí pela lei estadual nº 5.285 de 18/02/1959, desmembrado de Piedade, Juquiá e São Miguel Arcanjo.
529. Elevada à categoria de município com a denominação de Três Fronteiras pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Santa Fé do Sul.
530. Elevada à categoria de município com a denominação de Turiúba pela lei estadual nº 5.285 de 18/02/1959, desmembrada de Buritama e Macaubal.
531. Elevada à categoria de município com a denominação de Urânia pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Jales.
532. O povoado de Vista Alegre foi elevado à categoria de município com a denominação de Vista Alegre do Alto pela lei estadual nº 5285 de 18/02/1959, desmembrada de Monte Alto.
533. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Florínea, desmembrada de Assis em 1962.
534. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Lindóia por decreto nº 8.050 de 31/12/1963, desmembrada de Águas de Lindóia.
535. Elevada à categoria de município com a denominação de Américo Brasiliense por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Araraquara.
536. Elevada à categoria de município com a denominação de Aparecida d’Oeste pela lei estadual nº 8.092 de 28/02/1964, desmembrada de Pereira Barreto.
537. Elevada á categoria de município com a denominação de Aramina pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Igarapava.
538. Elevada à categoria de município com a denominação de Arandu pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Avaré e Cerqueira César.
539. Elevada à categoria de município com a denominação de Barão de Antonina pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Itaporanga.
540. Elevada à categoria de município com a denominação de Barra do Turvo por lei no 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Iporanga.
541. Elevada à categoria de município com a denominação de Biritiba Mirim por lei no 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Mogi das Cruzes.
542. Elevada à categoria de município com a denominação de Borá por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Paraguaçu Paulista.
543. Elevada à categoria de município com a denominação de Campo Limpo pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Jundiaí.
544. Elevada à categoria de município com a denominação de Capela do Alto por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Araçoiaba da Serra.
545. Elevada à categoria de município com a denominação de Carapicuíba pela lei estadual nº 8.092 de 28/02/1964, desmembrada de Barueri.
546. Patrimônio de Nossa Senhora do Rio Verde, depois 'da Conceição', foi elevado à categoria de município como Coronel Macedo por lei nº 8092 de 28/02/1964, desmembrado de Itaporanga.
547. O povoado de São Sebastião da Cruz Alta foi elevado à categoria de município com a denominação de Cruzália por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrado de Maracaí.
548. Elevada à categoria de município com a denominação de Dobrada por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Matão.
549. Elevada à categoria de município com a denominação de Dumont pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Ribeirão Preto.
550. Elevada à categoria de município com a denominação de Embu-Guaçu pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Itapecerica da Serra.
551. Elevada à categoria de município com a denominação de Estrela do Norte pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Pirapozinho.
552. O povoado de Vila Belém foi elevado à categoria de município com a denominação de Francisco Morato por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrado de Franco da Rocha.
553. Elevada à categoria de município com a denominação de Guzolândia pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada dos municípios Auriflama e Araçatuba.
554. Elevada à categoria de município com a denominação de Iperó por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Boituva e Araçoiaba da Serra.
555. O povoado de Santa Cruz da Boa Vista foi elevado à categoria de município com a denominação de Ipeúna por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrado de Rio Claro.
556. Elevada à categoria de município com a denominação de Itapura por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Pereira Barreto.
557. Elevada à categoria de município com a denominação de Itupeva pela lei estadual nº 8.092 de 28/02/1964, desmembrada de Jundiaí.
558. Elevada à categoria de município com a denominação de Jandira pela lei estadual nº 8.092 de 28/02/1964, desmembrada de Cotia.
559. O povoado de Ponte Nova foi elevado à categoria de município com a denominação de Jeriquara pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrado de Franca.
560. Elevada à categoria de município com a denominação de Juquitiba pela lei estadual nº 8.092 de 28/02/1964, desmembrada de Itapecerica da Serra.
561. Elevada à categoria de município com a denominação de Louveira por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Vinhedo.
562. Elevada à categoria de município com a denominação de Marinópolis por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Pereira Barreto.
563. Elevada à categoria de município com a denominação de Mira Estrela pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Cardoso.
564. Elevada à categoria de município com a denominação de Mombuca pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Capivari.
565. Elevada à categoria de município com a denominação de Monções por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Macaubal.
566. O povoado de Conceição da Barra Mansa foi elevado à categoria de município com a denominação de Morungaba por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrado de Itatiba.
567. Elevada à categoria de município com a denominação de Narandiba pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Pirapozinho.
568. Elevada à categoria de município com a denominação de Nova Independência pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Andradina.
569. Elevada à categoria de município com a denominação de Nova Luzitânia pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Gastão Vidigal e Araçatuba.
570. Elevada à categoria de município com a denominação de Onda Verde por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Nova Granada.
571. Elevada à categoria de município com a denominação de Orindiúva por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Paulo de Faria e Icém.
572. O povoado de Palmares, depois Jaguateí, foi elevado à categoria de município com a denominação de Palmares Paulista por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrado de Ariranha.
573. Elevada à categoria de município com a denominação de Paranapuã por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Dolcinópolis.
574. Elevada à categoria de município com a denominação de Paulínia pela lei estadual nº 8.092 de 28/02/1964, desmembrada de Campinas.
575. O povoado de Pedra Grande foi elevado à categoria de município com a denominação de Pedra Bela pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Bragança Paulista.
576. Elevada à categoria de município com a denominação de Pedranópolis pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Fernandópolis.
577. O povoado de Pinhal foi elevado à categoria de município com a denominação de Pinhalzinho pela lei estadual nº 8.092 de 28/02/1964, desmembrado de Bragança Paulista.
578. Elevada à categoria de município com a denominação de Pontes Gestal pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Américo de Campos.
579. Elevada à categoria de município com a denominação de Praia Grande pela lei estadual nº 8.092 de 28/02/1964, desmembrada de São Vicente.
580. Elevada à categoria de município com a denominação de Queiroz por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Pompéia.
581. Elevada à categoria de município com a denominação de Restinga por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Franca.
582. Elevada à categoria de município com a denominação de Ribeirão Corrente por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Franca.
583. O povoado de Ribeirão dos Pintos foi elevado à categoria de município com a denominação Ribeirão do Sul por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrado de Salto Grande.
584. O povoado de Icatuaçu foi elevado à categoria de município com a denominação de Rio Grande da Serra pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrado de Ribeirão Pires e Santo André.
585. Elevada à categoria de município com a denominação de Rubineia por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Santa Fé do Sul.
586. Elevada à categoria de município com a denominação de Santa Clara d'Oeste por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Santa Fé do Sul.
587. Elevada à categoria de município com a denominação de Santa Ernestina pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Taquaritinga.
588. Elevada à categoria de município com a denominação de Santa Rita d'Oeste por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Santa Fé do Sul.
589. Elevada à categoria de município com a denominação de Santana da Ponte Pensa por lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Santa Fé do Sul.
590. Elevada à categoria de município com a denominação de São Francisco pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Jales e Palmeira d’Oeste.
591. Elevada à categoria de município com a denominação São João da Duas Pontes pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Estrela d′Oeste.
592. O povoado de Sebastianópolis foi elevado à categoria de município com a denominação Sebastianópolis do Sul pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Monte Aprazível.
593. Elevada à categoria de município com a denominação de Tarabai pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Pirapozinho.
594. O povoado de Monte Belo foi elevado à categoria de município com a denominação de Tejupá pela lei estadual nº 8.092 de 28/02/1964, desmembrado de Piraju.
595. Elevada à categoria de município com a denominação de Teodoro Sampaio por lei nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Marabá Paulista.
596. Elevada à categoria de município com a denominação de Turmalina por lei nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Estrela d'Oeste.
597. O povoado de Vila União foi elevado à categoria de município com a denominação de União Paulista pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrado de Monte Aprazível.
598. Elevada à categoria de município com a denominação de Vargem pela lei estadual nº 8092 de 28/02/1964, desmembrada de Bragança Paulista.
599. O povoado de Secundino foi elevado à categoria de município com a denominação de Várzea Paulista pela lei estadual nº 8.092 de 28/02/1964, desmembrado de Jundiaí.
600. Elevada à categoria de município com a denominação de Votorantim pela lei estadual nº 8.092 de 28/02/1964, desmembrada de Sorocaba.
601. O povoado de Raposo Tavares foi elevado à categoria de município com a denominação de Vargem Grande Paulista pela lei estadual nº 3.198 de 23/12/1981, desmembrado de Cotia.
602. Elevada à categoria de município com a denominação de Borebi pela lei estadual nº 6.645 de 09/01/1990, desmembrada de Lençóis Paulista.
603. Elevada à categoria de município com a denominação de Dirce Reis pela lei estadual nº 6.645 de 09/01/1990, desmembrada de São Francisco.
604. O povoado de Vila Albuquerque, depois Albuquerque, foi elevado à categoria de município com a denominação de Embaúba por lei estadual nº 6645 de 09/01/1990, desmembrado de Cajobi.
605. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Espírito Santo do Turvo por lei estadual nº 6645 de 09/01/1990, desmembrada de 
605. O povoado de Porto Euclides da Cunha foi elevado à categoria de município como Euclides da Cunha Paulista pela lei estadual nº 6645 de 09/01/1990, desmembrado de Teodoro Sampaio.
606. Elevada à categoria de município com a denominação de Guatapará pela lei estadual nº 6645 de 09/01/1990, desmembrada de Ribeirão Preto.
607. O povoado de Monção foi elevado à categoria de município com a denominação de Iaras por lei estadual nº 6645 de 09/01/1990, desmembrado de Águas de Santa Bárbara.
608. Elevada à categoria de município com a denominação de Motuca por lei estadual nº 6645 de 09/01/1990, desmembrada de Araraquara.
609. Elevada à categoria de município com a denominação de Rosana por lei estadual nº 6645, de 9/01/1990, desmembrada de Teodoro Sampaio.
610. Elevada à categoria de município com a denominação de Tarumã por lei estadual nº 6645 de 09/01/1990, desmembrada de Assis.
611. Elevada à categoria de município com a denominação de Alambari pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Itapetininga.
612. Elevada à categoria de município com a denominação de Alumínio pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Mairinque
613. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Araçariguama pela lei estadual nº 7.644, de 30-12-1991, desmembrada de São Roque.
614. Elevada à categoria de município com a denominação de Arapeí pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Bananal.
615. Elevada à categoria de município com a denominação de Aspásia pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Urânia.
616. Elevada à categoria de município com a denominação de Barra do Chapéu pela lei estadual nº 7664 de 30/12/de 1991, desmembrada de Apiaí.
617. Elevada à categoria de município com a denominação de Bertioga pela lei estadual nº 7.644 de 30/12/1991, desmembrada de Santos.
618. Elevada à categoria de município com a denominação de Bom Sucesso do Itararé por lei estadual nº 7664 de 30/12/1991, desmembrada de Itararé.
619. O povoado de Corrente foi elevado à categoria de município com a denominação de Cajati pela lei nº 7644 de 30/12/ 1991, desmembrado de Jacupiranga.
620. Elevada à categoria de município com a denominação de Campina do Monte Alegre pela lei estadual nº 7664 de 30/12/1991, desmembrada de Angatuba.
621. O povoado de Fortuna foi elevado à categoria de município com a denominação de Canitar pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrado de Chavantes.
622. Elevada à categoria de município com a denominação de Elisiário por lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Catanduva.
623. Elevada à categoria de município com a denominação de Emilianópolis pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Presidente Bernardes.
624. Elevada à categoria de município com a denominação de Engenheiro Coelho pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Artur Nogueira.
625. Elevada à categoria de município com a denominação de Estiva Gerbi pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Mogi Guaçu.
626. Elevada à categoria de município com a denominação de Holambra por lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Jaguariúna, Artur Nogueira, Cosmópolis e Santo Antônio de Posse.
627. O povoado de Jacuba foi elevado à categoria de município com a denominação de Hortolândia pela lei estadual nº 7.644 de 30/12/1991, desmembrado de Sumaré.
628. O povoado de Bela Floresta foi elevado à categoria de município com a denominação de Ilha Solteira por lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrado de Pereira Barreto.
629. Elevada à categoria de município com a denominação de Itaóca pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Apiaí.
630. O povoado de Itapirapuã foi elevado à categoria de município com a denominação de Itapirapuã Paulista por lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Ribeira.
631. Elevada à categoria de município com a denominação de Lourdes pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Turiúba.
632. Elevada à categoria de município com a denominação de Marapoama pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Itajobi.
633. Elevada à categoria de município com a denominação de Mesópolis pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Paranapuã.
634. O povoado de Campina do Veado foi elevado à categoria de município com a denominação de Nova Campina pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrado de Itapeva.
635. O povoado de Nova Canaã foi elevado à categoria de município com a denominação de Nova Canaã Paulista pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrado de Três Fronteiras.
636. O povoado de Vila Novais à categoria de município com a denominação de Novais pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Tabapuã.
637. Elevada à categoria de município com a denominação de Parisi pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Votuporanga.
638. Elevada à categoria de município com a denominação de Pedrinhas Paulista pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Cruzália.
639. Elevada à categoria de município com a denominação de Pontalinda pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Jales.
640. Elevada à categoria de município com a denominação de Potim pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Guaratinguetá.
641. Elevada à categoria de município com a denominação de Ribeirão Grande por lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Capão Bonito.
642. Elevada à categoria de município com a denominação de Saltinho por lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Piracicaba.
643. O povoado de Major Prado foi elevado à categoria de município com a denominação de Santo Antônio do Aracanguá pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Araçatuba.
644. Elevada à categoria de município com a denominação de São João de Iracema por lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de General Salgado.
645. Elevada à categoria de município com a denominação de São Lourenço da Serra por lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Itapecerica da Serra.
646. Elevada à categoria de município com a denominação de Taquarivaí pela lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Itapeva.
647. Elevada à categoria de município com a denominação de Torre de Pedra pela lei nº 7664 de 30/12/1991, desmembrada de Porangaba.
648. Elevada à categoria de município com a denominação de Tuiuti pela lei nº 7664 de 30/12/1991, desmembrada de Bragança Paulista.
649. Elevada à categoria de município com a denominação de Ubarana pela lei estadual nº 7664 de 30/12/1991, desmembrada de José Bonifácio
650. Novamente elevada à categoria de município com a denominação de Vargem pela lei estadual nº 7644, de 30-12-1991, desmembrada de Bragança Paulista.
651. Elevada à categoria de município com a denominação de Zacarias por lei estadual nº 7644 de 30/12/1991, desmembrada de Planalto.
652. O povoado de Maratayama foi elevado à categoria de município com a denominação de Ilha Comprida pela lei estadual nº 7644, 30/12/1991, desmembrada dos municípios de Iguapé e Cananeia.
653. Elevada à categoria de município com a denominação de Suzanápolis em 01/01/1993, desmembrada de Pereira Barreto.
654. O povoado de Santa Helena foi elevado à categoria de município com a denominação de Arco-Iris pela lei estadual nº. 8550 de 30/12/1993, desmembrado de Tupã.
655. Elevada à categoria de município com a denominação de Brejo Alegre pela lei estadual nº 8550 de 30/12/1993, desmembrada de Coroados.
656. Elevada à categoria de município com a denominação de Canas pela lei estadual nº 8550 de 30/12/1993, desmembrada de Lorena.
657. Elevada à categoria de município com a denominação de Ipiguá pela lei estadual nº 8550 de 30/12/1993, desmembrada de São José do Rio Preto.
658. Elevada à categoria de município com a denominação de Pracinha por lei estadual nº 8550 de 30/12/1993, desmembrada de Lucélia.
659. O povoado de Prata foi elevado à categoria de município com a denominação de Pratânia por lei estadual nº 8550 de 30/12/1993, desmembrado de São Manuel.
660. Elevada à categoria de município com a denominação de Quadra por lei estadual nº 8550 de 30/12/1993, desmembrada de Tatuí.
661. O povoado de Cruz da Esperança foi elevado à categoria de município com a denominação de Santa Cruz da Esperança pela lei estadual nº 8550 de 30/12/1993, desmembrado de Cajuru.
662. Elevada à categoria de município com a denominação de Santa Salete pela lei estadual nº 8550 de 30/12/1993, desmembrada de Urânia.
663. Elevada à categoria de município com a denominação de Taquaral por lei estadual nº 8550 de 30/12/1993, desmembrada de Pitangueiras.
664. Elevada à categoria de município com a denominação de Vitória Brasil pela lei estadual nº 8550 de 30/12/1993, desmembrada de Jales.
665. O povoado de Fernão Dias foi elevado à categoria de município com a denominação de Fernão por lei estadual nº 9330 de 27/12/1995, desmembrado de Gália.
666. O povoado de Nova Pauliceia foi elevado à categoria de município com a denominação de Gavião Peixoto pela lei estadual nº 9330 de 27/12/1995, desmembrado de Araraquara.
667. Elevada à categoria de município com a denominação de Jumirim por lei estadual nº 9330 de 27/12/1995, desmembrada de Tietê.
668. Elevada à categoria de município com a denominação de Nantes por lei estadual nº 9330 de 27/12/1995, desmembrada de Iepê.
669. O povoado de Japuíba foi elevado à categoria de município com a denominação de Nova Castilho por lei estadual nº 9330 de 27/12/ 1995, desmembrado de General Salgado.
670. Elevada à categoria de município com a denominação de Ouroeste pela lei estadual nº 9330 de 27/12/1995, desmembrada de Guarani d′Oeste.
671. O povoado de Bandeirantes foi elevado à categoria de município com a denominação de Paulistânia pela lei estadual nº 9330 de 27/12/1995, desmembrado de Agudos.
672. Elevada à categoria de município com a denominação de Ribeirão dos Índios por lei estadual nº 9330 de 27/12/1995, desmembrada de Santo Anastácio.
673. Elevada à categoria de município com a denominação de Trabiju pela lei estadual nº 9330 de 27/12/1995, desmembrada de Boa Esperança do Sul.


Extinções de vilas e municípios

3. Santo André da Borda do Campo foi abandonada em 1560 e a sede transferida para São Paulo em 05/09/1558.
6. Itavuvu foi abandonada e a sede transferida para Sorocaba em 03/03/1661.
41. Santo Amaro tornou-se distrito de São Paulo pelo decreto n.º 6.983 de 22/02/1935.
42. Cubatão tornou-se distrito de Santos em 01/03/1841.
58. Capão Bonito tornou-se distrito de Itapetininga pela lei nº 21 de 26/03/1866.
63. Campo Largo de Sorocaba (Araçoiaba da Serra) tornou-se distrito de Sorocaba pelo decreto nº 6530 de 03/06/1934.
74. Natividade da Serra tornou-se distrito de Paraibuna pelo decreto nº 6530 de 03/03/1934.
93. Sarapuí tornou-se distrito de Itapetininga pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
96. Igaratá tornou-se distrito de Santa Isabel pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
97. Araçariguama tornou-se distrito de São Roque pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
107. Redenção da Serra tornou-se distrito de Jambeiro pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
109. Guareí tornou-se distrito de Tatuí pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
112. Lagoinha tornou-se distrito de Cunha pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
114. Monteiro Lobato tornou-se distrito de São José dos Campos pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
119. Campos Novos tornou-se distrito de Echaporã pelo decreto nº 9.775 de 30/11/1938
120. Divino Espírito Santo de Batatais englobou Orlândia e tornou-se Nuporanga pela lei nº 483 de 24/12/1896.
121. Espírito Santo do Rio Turvo tornou-se distrito de Santa Cruz do Rio Pardo pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
123. Orlândia tornou-se distrito de Nuporanga pela lei estadual nº 483 de 24/12/1896.
124. Paranapanema tornou-se distrito de Itaí pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
131. São Bernardo do Campo tornou-se distrito de Santo André pelo decreto nº 9.775 de 30/11/1938.
144. Pilar do Sul tornou-se distrito de Piedade pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
159. Conceição de Monte Alegre (Sapezal) tornou-se distrito de Paraguaçu pelo decreto nº 9.775 de 30/11/1938.
165. Nuporanga tornou-se distrito de Orlândia pela lei estadual nº 1.181 de 25/11/1909.
171. Santa Cruz da Conceição tornou-se distrito de Pirassununga pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
182. Ribeira tornou-se distrito de Apiaí pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
191. Platina tornou-se distrito de Palmital pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
226. Riversul tornou-se distrito de Itaporanga pelo decreto nº 6448 de 21/05/1934.
268. Lindoia tornou-se distrito de Águas de Lindoia pela lei nº 2.456 de 30/12/1953.
413. Florínea tornou-se distrito de Assis por questões administrativas em 1961.
598. Vargem tornou-se distrito de Bragança Paulista pelo decreto-lei nº 225 de 17/04/1970.

*Não foram consideradas mudanças de sede de município (transformação de outro distrito, já pertencente ao município, em sede) cujo termo não foi alterado. Também desconsideradas extinções inferiores ao período de um ano, abaixo listadas

31. Ilhabela tornou-se distrito de São Sebastião entre 21/05/1934 e 05/12/1934.


Mudanças distritais entre municípios

1843. O território da futura Iporanga deixa o termo de Apiaí e passa a fazer parte de Eldorado.
1844. O território da futura Araçariguama deixa o termo de Parnaíba e passa a fazer parte de São Roque.
1844. O território da futura Santa Bárbara deixa o termo de Constituição (Piracicaba) e passa a fazer parte de Campinas.
1844. O território da futura Jarinu deixa o termo de Atibaia e passa a fazer parte de Jundiaí.
1846. O território da futura Ibiúna deixa o termo de São Roque e passa a fazer parte de Sorocaba
1846. O território da futura Santa Barbara volta a fazer parte de Constituição (Piracicaba).
1846. O território da futura Jarinu volta a fazer parte de Atibaia.
1850. O território da futura Ibiúna volta a fazer parte de São Roque
1850. O território da futura Cajuru deixa o termo de Casa Branca e passa a fazer parte de Batatais.
1866. O território da futura Monteiro Lobato deixa o termo de Taubaté e passa a fazer parte de Caçapava.
1867. O território da futura Monteiro Lobato deixa o termo de Caçapava e passa a fazer parte de São José dos Campos.
1868. O território da futura Águas de Santa Bárbara deixa o termo de Botucatu e passa a fazer parte de Lençóis.
1868. O território da futura Igaratá deixa o termo de São José dos Campos e passa a fazer parte de Santa Isabel.
1870. O território da futura Santa Rita do Passa Quatro deixa o termo de Descalvado e passa a fazer parte de Casa Branca.
1871. O território da futura Piraju deixa o termo de Botucatu e passa a fazer parte de Itaporanga.
1873. O território da futura Itaberá deixa o termo de Itaporanga e passa a fazer parte de Itapeva.
1873. O território da futura Santo Antônio da Alegria deixa o termo de Batatais e passa a fazer parte de Cajuru.
1875. O território da futura Santa Rita do Passa Quatro deixa o termo de Casa Branca e passa a fazer parte de Pirassununga.
1877. O território da futura São José do Rio Pardo deixa o termo de Casa Branca e passa a fazer parte de Caconde.
1880. O território da futura São José do Rio Pardo deixa o termo de Caconde e passa a fazer parte de Casa Branca.
1887. O território da futura Sete Barras deixa o termo de Iguape e passa a fazer parte de Xiririca (Eldorado).
1892. O território da futura Porto Ferreira deixa o termo de Descalvado e passa a fazer parte de Pirassununga.
1898. O território da futura Divinolândia deixa o termo de Caconde e passa a fazer parte de São José do Rio Pardo.
1898. O território da futura São Sebastião da Grama deixa o termo de Caconde e passa a fazer parte de São José do Rio Pardo.
1899. O território da futura Conchas deixa o termo de Tietê e passa a fazer parte de Pereiras.
1902. O território da futura Conchas deixa o termo de Pereiras e passa a fazer parte de Tietê.
1909. O território da futura Catanduva deixa o termo de Monte Alto e passa a fazer parte de São josé do Rio Preto.
1910. O território da futura Piratininga deixa o termo de Bauru e passa a fazer parte de Agudos.
1927. O território da futura Ipuã deixa o termo de Orlândia e passa a fazer parte de São Joaquim da Barra.
1928. O território da futura Planalto deixa o termo de São José do Rio Preto e passa a fazer parte de Monte Aprazível.
1928. O território da futura Pompeia deixa o termo de Campos Novos e passa a fazer parte de Marília.
1929. O território da futura Saltinho deixa o termo de Piracicaba e passa a fazer parte de Rio das Pedras.
1934. O território da futura Rancharia deixa o termo de Quatá e passa a fazer parte de Paraguaçu.
1934. O território da futura Franco da Rocha deixa o termo de Santana de Parnaíba e passa a fazer parte de Mairiporã.
1934. O território da futura Reginópolis deixa o termo de Iacanga e passa a fazer parte de Pirajuí.
1934. O território da futura Caieiras deixa o termo de Santana de Parnaíba e passa a fazer parte de Mairiporã.
1934. Parte do território da futura Lavrinhas (somente o distrito de Lavrinhas) deixa o termo de Pinheiros (ex-Lavrinhas) e passa a fazer parte de Queluz.
1935. O território da futura Novais deixa o termo de Jaboticabal e passa a fazer parte de Catanduva.
1935. O território da futura Palmares Paulista deixa o termo de Monte Alto e passa a fazer parte de Catanduva
1937. O território da futura Lavrinhas deixa o termo de Queluz e passa a fazer parte de Pinheiros.
1937. O território da futura Quintana deixa o termo de Glicério e passa a fazer parte de Marília.
1938. O território da futura Igaraçu do Tietê deixa o termo de São Manuel e passa a fazer parte de Barra Bonita.
1938. O território da futura Rinópolis deixa o termo de Araçatuba e passa a fazer parte de Tupã.
1938. O território da futura Bento de Abreu deixa o termo de Araçatuba e passa a fazer parte de Valparaíso.
1938. O território da futura Pratânia deixa o termo de Botucatu e passa a fazer parte de São Manuel.
1938. O território da futura Saltinho deixa o termo de Rio das Pedras e passa a fazer parte de Piracicaba.
1938. O território da futura Novais deixa o termo de Catanduva e passa a fazer parte de Tabapuã.
1938. O território da futura Bastos deixa o termo de Marília e passa a fazer parte de Tupã.
1938. O território da futura Herculândia deixa o termo de Glicério e passa a fazer parte de Tupã.
1938. O território da futura Quintana deixa o termo de Marília e passa a fazer parte de Pompéia.
1938. O território da futura Boraceia deixa o termo de Pederneiras e passa a fazer parte de Itapuí.
1938. O território da futura Iacri deixa o termo de Birigui e passa a fazer parte de Tupã.
1938. O território da futura Arujá deixa o termo de Mogi das Cruzes e passa a fazer parte de Santa Isabel.
1938. O território da futura Embaúba deixa o termo de Pirangi e passa a fazer parte de Cajobi.
1938. O território da futura Santo Antônio do Aracanguá deixa o termo de Monte Aprazível e passa a fazer parte de Araçatuba.
1944. O território da futura Lagoinha deixa o termo de Cunha e passa a fazer parte de São Luiz do Paraitinga.
1944. O território da futura Campos Novos deixa o termo de Echaporã e passa a fazer parte de Ibirarema com o nome de Nuretama.
1944. O território da futura Ocauçu deixa o termo de Echaporã e passa a fazer parte de Marília.
1944. O território da futura Clementina deixa o termo de Coroados e passa a fazer parte de Birigui.
1944. O território da futura Santo Antônio do Pinhal deixa o termo de Campos do Jordão e passa a fazer parte de São Bento do Sapucaí.
1944. O território da futura Palmares Paulista deixa o termo de Catanduva e passa a fazer parte de Ariranha.
1944. O território da futura Iaras deixa o termo de Santa Bárbara do Rio Pardo e passa a fazer parte de Avaré.
1948. O território da futura Mongaguá deixa o termo de São Vicente e passa a fazer parte de Itanhaém.
1948. O território da futura Jandira deixa o termo de Itapevi e passa a fazer parte de Cotia.
1978. O território da futura Iaras deixa o termo de Avaré e passa a fazer parte de Águas de Santa Bárbara.

*Não foram indicadas mudanças distritais que acompanharam a emancipação de outro distrito (quando um distrito troca de município pela criação de outro).


Mudanças de municípios entre estados

1842. Lorena foi parte do Estado do Rio de Janeiro entre 18/07/1842 e 29/08/1842.


Alterações toponímias